domingo, 12 de agosto de 2007

Poema Salmo 34

Poema Acróstico baseado no Salmo 34

Meditação no dia 11 de agosto de 2007

Longevidade para ver o bem

L ouvar e engrandecer o nome do Senhor.

O s lábios, neles ter, motivo de louvor.

N a busca do Senhor, há sempre acolhimento.

G rande é o temor mas vem o livramento.

E na contemplação da glória do Senhor,

V em a iluminação, que extrai vexame e a dor.

I mplora na aflição, Deus ouve e atende.

D e toda provação, o ardor Ele suspende.

A campa-se ao redor, o anjo do Senhor.

D os que tem o temor, concede-lhes favor

E são livres do mal na dura tempestade,

P rovando afinal de Deus e Sua bondade.

Agora, filho meu, vinde e escutai:

R efreia os lábios teus, a Deus temor mostrai.

A parta-te do mal pratica a bondade,

V ida que é real e com longevidade,

E para os que a paz procuram sem cessar.

R eceita eficaz, em Deus só confiar.

O rosto do Senhor é contra o maldoso,

B em perto está o Senhor do que esperançoso,

E stá com o coração aflito e quebrantado

M as livra da aflição, não será condenado.

Gilberto Celeti

Nenhum comentário: