terça-feira, 27 de novembro de 2007

OS TESOUROS ESCONDIDOS

Os tesouros escondidos...

As riquezas encobertas...

E o ouro pelo fogo refinado...

São pra quem Deus vem e liberta,

Este homem arrependido,

Que não brinca e leva a sério o pecado.

É de barro este vaso

Que contém real tesouro,

Pra que Deus somente seja exaltado.

Neste mundo e no vindouro

No Senhor eu me aprazo

Ele em mim é o tesouro cobiçado.

Quando sou atribulado,

Não me encontro angustiado.

Quando a perplexidade vem bem forte

Não fico desanimado.

Não fico desamparado

Quando vem perseguição que leva à morte.

Muitas vezes abatido,

Nunca, porém, destruído,

Vai o homem interior se renovando.

Cada dia é vivido,

Pelo Eterno dirigido,

E em tudo a Deus somente agradando.

Gilberto Celeti

Isaías 45:3: “Darei a você os tesouros das trevas, riquezas armazenadas em locais secretos, para que você saiba que eu sou o Senhor, o Deus de Israel, que o convoca pelo nome”.

2 Coríntios 4:7-9: ‘Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós. Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos”.

Um comentário:

Dayh disse...

Vc quem escreveu? muito bom