sexta-feira, 23 de novembro de 2007

DESMASCARANDO A ACEC 2

Todos os que se colocam CONTRA a evangelização das crianças são marcados por cinco atitudes bem distintas:

1) Rejeitam a Palavra de Deus

Os que pertencem a ACEC (Aliança Contra a Evangelização das Crianças) não aceitam a Bíblia Sagrada como a Palavra Inspirada e Inerrante de Deus, portanto, a autoridade final. Eles se apresentam como sábios, cheios de filosofias e conhecimentos humanos, e submetem o que a Bíblia diz ao crivo de seus próprios raciocínios.

Na questão, por exemplo, da salvação da criança, preferem acreditar nas palavras de Piaget — cujos estudos o levaram a afirmar que certos conceitos a criança não pode assimilar, a não ser que tenha alcançado uma determinada idade — para concluírem que não se deve evangelizar uma criança, a não ser que a mesma já tenha ultrapassado os seus 12 anos de idade.

Mas em Provérbios 22:6 o preceito bíblico é claro: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e ainda quando for velho não se desviará dele”. Quanto mais cedo ensinarmos aos nossos filhos a Palavra de Deus, melhor.

No texto de Marcos 10:13, 14 que deu início a este artigo, o Senhor Jesus mostra toda a sua indignação para com o fato de certas pessoas impedirem as crianças de vir a Ele. Tomar as idéias de Piaget, ou seja, lá de quem for, como pretexto para impedir as crianças de serem evangelizadas, deixa o Senhor Jesus intensamente aborrecido.

Nenhum comentário: