terça-feira, 25 de dezembro de 2007

Depois da morte, o juízo

Aos homens um decreto está mantido

Morrer uma só vez é o que lhes cabe

E após a morte fica garantido

Que diante do Senhor, que tudo sabe,

Terão que enfrentar o julgamento;

Não há para esta lei nenhum escape

Mui duro há de ser este momento.

A reencarnação é um disparate...

A aniquilação é uma mentira...

O purgatório é algo que não existe...

Apenas o juízo está em mira,

Que certamente há de condenar

A quem não quis em Cristo confiar.

Para os que estão em Cristo – salvação!

Mas para os que não crêem, condenação.

Gilberto Celeti

“... aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois disto, o juízo” - Hebreus 9:27

Nenhum comentário: