sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Isaías 3:1-15

O apoio e o sustento retirados

Não há água, nem há pão para alimento.

Desta forma o povo é prejudicado

E a opressão a cada dia aumenta

Não há respeito e o amor não mais existe

A criança contra o velho se levanta

O vil afronta o nobre, e se resiste

A tudo que é virtude e coisa santa.

A terra está do toda arruinada

Com suas palavras e obras a Deus rejeitam

Sua presença é desafiada

E no pecado é que se deleitam

O aspecto do rosto testifica

Que vivem abertamente no pecado

A se como Sodoma, se aplica,

E faz o mal a si mesmo, triste estado.

No entanto é necessário que se diga

Ai do perverso, porque mal lhe irá

E o justo na justiça, sim prossiga,

Que boa recompensa ele terá.

O fato é que o povo está oprimido

E os governantes são então, crianças.

Mulheres tem os homens conduzido,

Em toda parte há desesperança

Os que têm o dever de bem guiar,

O povo, no caminho que é correto,

Estão a iludir e a enganar

Destroem o bom caminho por completo.

Há líderes que só sabem é roubar,

E causam ao povo tanto prejuízo,

Os pobres, sim, estão a esmagar,

Por isso Deus vem vindo em juízo.

Gilberto Celeti

2 comentários:

david santos disse...

Totalmente de acordo, Gilberto.
Só um pequeno reparo: o povo também sabe o que quer. Por isso, quando escolhe nem sempre é por ignorância. Algum povo vota contra ele próprio por interesse. Até parece um paradoxo, mas não é.
Abraços.

Gilberto Celeti disse...

Agradeço o seu comentário, David.
Há um dito aqui no Brasil que expressa, num certo sentido, que o povo não só sabe mas até gosta de ser enganado: "Me engana que eu gosto..."