domingo, 3 de fevereiro de 2008

O Deus que disse: Eu vi, ouvi, eu sei!

Estive meditando neste versículo que está em Êxodo 3.7:
"Disse ainda o Senhor: Certamente, vi a aflição do meu povo, que está no Egito, e ouvi o seu clamor por causa dos seus exatores. Conheço-lhe o sofrimento".
Chamou-me a atenção estes verbos que eu coloquei em negrito.
Depois escrevi um soneto que transcrevo abaixo.
O que você acha?

Vou-lhe contar o que é estar no Egito:
É ser um maltratado e estar aflito.
Há dores que se vêem, são aparentes,
São dores bem pesadas, inclementes.

No entanto, há sofrimento mais secreto,
Que torna o coração tão desinquieto;
Não é visível, só é conhecido,
Se diante de alguém, eu sou ouvido.

Mas há uma dor que é inexprimível,
Ninguém a esta opressão tem o acesso.
Só Deus penetra ali neste recesso,

Somente diante dEle é compreensível.
Estando no Egito eu encontrei
O Deus que disse: Eu vi, ouvi, eu sei!

Gilberto Celeti

Penso que também há estes três níveis de alegria.
Uma alegria que se vê.
Uma alegria que só falando a respeito dela para alguém.
Uma alegria mais profunda, que não se vê, não se pode comunicar, só se conhece diante de Deus, através do Filho Jesus Cristo!
UM GRANDE ABRAÇO!

www.gilbertoceleti.com

Nenhum comentário: