quinta-feira, 13 de março de 2008

BONDADE COM O PRÓXIMO

Quero encontrar uma saída
Para conviver com uma pessoa
Cuja fala sempre me agrida
Cuja atitude nunca é boa.

Sua presença tão desagradável
Quando fala alto, quando grita.
Sua voz se torna intolerável
Sua atitude sempre irrita.

Eis aí a oportunidade
Para amá-la e mantê-la querida;
Se Deus age sempre com bondade
Bondoso eu serei na minha vida.

Quero encontrar a solução
Para perder hábito que é mal
De as palavras tolas, dar vazão
Que trazem um dano sem igual.

Se há queixas pra fazer de alguém
Por contemplar algo que não é bom
Expressar falando não convém
Se a descortesia dá o tom.

Pensamentos de condenação
Querem ser falados num instante,
Transformem-se numa oração
Que abençoe o meu semelhante.

Gilberto Celeti

Nenhum comentário: