sexta-feira, 15 de agosto de 2008

FÉ QUE ABRE A VISÃO

Quando a fé é vacilante
Nada pode me firmar.
Tudo fica inquietante,
No caminho sigo errante,
Temeroso e fatigante,
Não consigo descansar.

Quando a fé é colocada
Na Palavra do Senhor,
Tudo é claro, na jornada.
Por acaso, não há nada,
Minha vida é controlada
Por um Deus que é todo amor.

E no meio do perigo
Posso nele confiar.
Corajoso, eu prossigo,
Cristo é o meu abrigo,
A doença e o inimigo
Não consegue me abalar.

E o Senhor mesmo assegura
Que a fé abre a visão.
Posso olhar a formosura,
Da glória de Deus tão pura,
Da sua graça que segura
Eu, tão débil, em sua mão.

Gilberto Celeti

João 11.40: “Eu não lhe disse que, se você crer, você verá a revelação do poder glorioso de Deus?”
Mateus 9.29: “Então que seja feito como vocês crêem!”

Nenhum comentário: