domingo, 24 de agosto de 2008

UM DESEJO

A unção da alegria mais perfeita,

Como óleo é plenamente derramada

Sobre quem a iniquidade é odiada

E no amor ao que é justo se deleita.

 

Todo aquele que ao Senhor tem vero amor,

Deve ao mal, com toda força, odiar,

Há vaidades que querem escravizar,

Há cuidados que ofuscam o Senhor,

 

Há propósitos que põe o eu primeiro,

Há palavras que provocam a impiedade,

Há motivos que revelam a maldade,

Há fascínio com tudo que é passageiro.

 

Neste mundo, de maldade acumulado,

E que aumenta mais e mais a cada dia,

Vem, Senhor, me dominar e ser meu guia,

E que amando só a Ti eu seja achado.

 

Gilberto Celeti

 

Salmo 97.10: “Vós que amais o Senhor, detestai o mal”

 

Observação: Escrevi no dia em que completei 59 anos de idade.

Nenhum comentário: