terça-feira, 23 de setembro de 2008

AMANDO A CADA DIA

Cada ser humano que hoje encontrarei,
Para sua dignidade é que olharei,
Para todos sou um grande devedor,
Quero a todos demonstrar graça e amor.

Tenho débitos e quero bem pagar:
Há famintos que preciso alimentar,
Outros nus, a quem preciso, sim, vestir,
Outros tristes e que posso ver sorrir.

Solitários que preciso visitar,
Angustiados que preciso escutar,
Outros há a quem seus olhos posso abrir,
E a todos com bondade sempre agir.

Não importa nunca qual a condição,
O que vale mesmo é a consideração,
Gentileza, compreensão e simpatia,
Sigo amando e perdoando cada dia.

Gilberto Celeti

Filemon 19: "É claro que não preciso fazer com que você lembre que me deve a sua própria vida".

Mais poesias? Entre neste endereço: www.gilbertoceleti.com
Quer receber o boletim “Radar Criança?” Envie-me o seu E-mail.

Nenhum comentário: