sábado, 27 de setembro de 2008

QUANDO ESTOU DESANIMADO

Quando estou desanimado

Não quero fazer mais nada;

No caminho onde ando

Há uma armadilha armada.



Estou num beco sem saída

De problemas bem cercado;

Corre risco a minha vida

E estou desesperado.



Olho então pra todo lado

E não vejo quem me ajude;

Não ficarei conformado

Vou tomar uma atitude.



Levo a ti ó Deus eterno

Meu gemido de socorro;

Vem, me livra deste inferno,

Salva-me, se não eu morro.



Sejas tu o meu protetor,

Livra-me do inimigo.

Oh! atende ao meu clamor,

Sejas tu o meu abrigo.



Tu me cercas de bondade

E me dá o livramento.

Grande é a tua fidelidade,

Louvo o teu salvamento.


Gilberto Celeti



Salmo 142.3: "Quando estou desistindo, ele sabe o que devo fazer. No caminho por onde ando os meus inimigos armam uma armadilha para me pegar".

Um comentário:

Maria Helena disse...

otima postagens belas palavras