domingo, 30 de novembro de 2008

BÊNÇÃOS NA VELHICE

“E, quando forem velhos, eu serei o mesmo Deus;

cuidarei de vocês quando tiverem cabelos brancos.

Eu os criei e os carregarei;

eu os ajudarei e salvarei”.

(Isaías 46.4)


Ó Senhor toca meus olhos pra que abertos

Eu perceba que de mim sempre estás perto.

És o mesmo ontem, hoje e eternamente,

Posso andar contigo confiantemente.


E se agora ficam brancos os cabelos,

Ou se eu venha até mesmo a perdê-los,

O que importa é saber do teu cuidado,

E que em Cristo sou completamente amado.


O Senhor cuidou de mim na meninice,

E assim será também, lá na velhice.

És o Deus que dá sustento e proteção


Nesta vida e a eterna salvação;

Sua graça e Sua bondade são notórias,

Em Jesus concedes sempre as vitórias!


Gilberto Celeti

INVESTINDO NO FUTURO 2

Quando Moisés, de certa forma, despedia-se do povo de Israel, fazendo um retrospecto de tudo quanto haviam passado e dando instruções quanto ao futuro, na Terra Prometida, enfatizou que este futuro dependeria de sua atitude para com os seus filhos.


Nos seus discursos, registrados no livro de Deuteronômio, encontramos as seguintes instruções:


Deuteronômio 4.9-10: “Portanto, tenham cuidado e sejam fiéis para que nunca esqueçam as coisas que viram. E contem aos seus filhos e netos o que aconteceu no monte Sinai naquele dia em que vocês estiveram na presença do Senhor, nosso Deus, quando ele me disse: Reúna esse povo na minha presença para que escutem o que vou dizer, a fim de que aprendam a temer-me a vida inteira e assim ensinarem os seus filhos”.


Deuteronômio 6.2: “Temam o Senhor, nosso Deus, vocês, os seus filhos e os seus netos, e cumpram sempre todos os mandamentos e leis que eu lhe estou dando e assim vocês viverão muitos anos”.


Deuteronômio 6.6-7: “Guardem sempre no coração as leis que eu lhes estou dando hoje e não deixem de ensiná-las aos seus filhos. Repitam essas leis em casa e fora de casa, quando se deitarem e quando se levantarem”.

Deuteronômio 11.18-21: “Lembrem desses mandamentos e os guardem no seu coração. Amarrem essas leis nos seus braços e na testa, para que não as esqueçam, e não deixem de ensiná-las aos seus filhos. Repitam essas leis em casa e fora de casa, quando se deitarem e quando se levantarem, e as escrevam nos batentes das portas das suas casas e nos seus portões. Assim vocês e os seus descendentes viverão muitos anos na terra que o Senhor Deus jurou dar aos nossos antepassados”.


Deuteronômio 31.12-13: “Reúnam todo o povo – homens, mulheres, crianças e os estrangeiros que moram nas cidades onde vocês vivem – para que ouçam a leitura, aprendam a Lei, temam o Senhor, nosso Deus, e obedeçam fielmente a tudo o que a Lei manda. Assim os seus descendentes que ainda não conhecem a Lei de Deus também ouvirão a leitura e aprenderão a temer o Senhor, nosso Deus, durante todo o tempo em que viverem na terra que fica do outro lado do Jordão e que vai ser do povo de Israel”.

sábado, 29 de novembro de 2008

NÃO MAIS CONDENAÇÃO

“Agora já não existe nenhuma condenação para as pessoas

que estão unidas com Cristo Jesus”

(Romanos 8.1)


No pecado e perdido,

Só existe uma esperança

Para quem arrependido

Em Jesus tem confiança


Pela graça e fé remido

Pelo Senhor Jesus Cristo

Está com Ele bem unido

E precisa saber isto:


Não há mais condenação,

É agora um libertado.

Obteve o perdão

De todo e qualquer pecado.


Cristo, o substituto

Ao ser na cruz levantado,

Seu amor absoluto

Foi por si já demonstrado.


Sendo morto e sepultado

E da morte ressurgido,

Torna salvo e libertado

O que nEle, sim, têm crido.


Gilberto Celeti

INVESTINDO NO FUTURO

O trabalho da evangelização de crianças exige lentes bifocais. Um olhar para o presente e também para o Futuro.

· Quais as necessidades das crianças agora? Quais as possibilidades no presente?

· Como e quem serão as crianças amanhã? O fato é que as crianças de hoje serão os pais, a força policial, os políticos, os administradores, os profissionais liberais, os professores, os pregadores do futuro.


O trabalho de evangelização de crianças é um investimento duplo. Um investimento na vida das crianças como são e um investimento naquilo que se tornarão no futuro.


Perguntaram certa vez a um menininho na favela:

- O que você vai ser quando crescer?

Ele respondeu:

- Um bandido ou um missionário!

- O que você quer dizer? Perguntou o entrevistador.

- Bem, disse o menino, tudo depende de quem me ganhar primeiro.


É correto dizer que o futuro está nas mãos das crianças assim como é correto afirmar que as crianças estão em nossas mãos.


Se o futuro está, de fato, em nossas mãos cabe uma pergunta:

- O que estamos fazendo com ele?


“A menos que tomemos conta da geração que está surgindo, o presente reavivamento da religião irá durar apenas uma geração” (John Wesley – o fundador do Metodismo).


Será que daria para pensar como Wesley? Pensar no futuro e não somente no presente?

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

PERCEPÇÕES

“Porque é de dentro, do coração, que vêm os maus pensamentos, a imoralidade sexual,

os roubos, os crimes de morte, os adultérios, a avareza, as maldades, as mentiras,
as imoralidades, a inveja, a calúnia, o orgulho e o falar e agir sem pensar nas conseqüências.
Tudo isso vem de dentro e faz com que as pessoas fiquem impuras”.
Palavras de Jesus Cristo registradas no Evangelho de Marcos capítulo 7, versos 21 a 23.

O pecado tem que ser desmascarado

Seu poder não pode ser ignorado,

É terrível o seu poder e o seu engano,

Ele sempre contamina e causa dano.


Todos sabem da desgraça que há nos vícios,

Mas os usam como fossem benefícios.

O remorso, toda dor e o sofrimento,

Não conseguem, do pecado, o livramento.


Toda a educação e a moralidade,

Não conseguem deter sua voracidade.

Todo instante o pecado causa o mal,

Verifique isto lendo o jornal.


Mas se quer bem conhecê-lo, plenamente,

Verifique o que se passa em sua mente:

A impureza, a inveja, a cobiça,

O orgulho, o egoísmo, a injustiça,


O adultério, a avareza, a mentira,

A calúnia, o roubo, o ciúme e a ira.

É preciso descobrir o triste estado

Do humano coração – é depravado!


E só existe uma maneira no Universo

De arrancar este pecado tão perverso.

É juntar-se a Cristo, morto lá na cruz,

E ser substituído por Jesus.


Ele é o homem que não conheceu pecado,

E foi nEle o meu pecado colocado.

Recebeu no meu lugar, todo castigo,

E deixou todo pecado em seu jazigo.


Se já estou com Cristo, identificado,

Estou nEle também já ressuscitado,

Revestido de uma nova natureza,

Posso andar em santidade e pureza.


E percebo então agora, claramente,

Quão imenso é o amor de Deus, e reverente,

Quero honrá-lo e adorá-lo eternamente,

Quero cada dia andar dignamente.


E percebo que a missão mais importante,

Neste mundo de miséria ultrajante,

É mostrar o amor de Deus e Sua glória,

É contar de Cristo a real história!


Gilberto Celeti

COMO DEVEMOS EVANGELIZAR AS CRIANÇAS?

O evangelismo de crianças precisa estar fundamentado absoluta e totalmente na Bíblia.

A Bíblia é o manual inspirado por Deus acerca do evangelismo.

Na Bíblia está a mensagem que deve ser transmitida às crianças.

Na Bíblia estão os métodos que devem ser utilizados.


Charles Spurgeon escreveu:

As crianças precisam do evangelho todo, o evangelho inalterado. Elas devem tê-lo, e se forem ensinadas acerca do Espírito de Deus serão tão capazes de recebê-lo quanto as pessoas maduras. Ensine os pequeninos que Jesus morreu. O justo pelos injustos, para nos levar a Deus. Coragem; o Deus que salvou tantas de Suas crianças ainda irá salvar muitas delas, e devemos ter grande alegria à medida que virmos centenas sendo levadas a Cristo”.


“Você está duplamente certo de estar obedecendo a vontade dEle porque possui certos preceitos especiais que se relacionam com os pequeninos, tais como: “Apascenta os meus cordeirinhos” e “Instrui o menino no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele”.


“O amor que o redimiu também o constrange. Você sente o toque da mão sagrada sobre os seus ombros, a mão que uma vez foi perfurada. Você ouve o seu Redentor dizer: “Assim como o Pai me enviou, eu o envio”. Por causa desse envio, você segue em frente, na direção dos pequeninos, em obediência à Sua vontade. Aquele que obedece está fazendo o bem. E nesse sentido o seu serviço entre os pequeninos é fazer o bem”.


“Evangelizar crianças é fazer o bem porque traz glória a Deus. Sempre que nos esforçarmos por aquilo que irá claramente trazer glória a Deus, estaremos fazendo o bem. Quando fazemos conhecida a graça de Jeová, quando trabalhamos de acordo com os Seus preceitos de amor; quando proclamamos a verdade que honra Seu Filho amado; o tempo todo, de fato, que o Espírito Santo produz por meio de nós testemunho das verdades eternas do evangelho, há um fazer o bem para com Deus. Não podemos aumentar a Sua glória intrínseca, mas, por meio do seu Espírito e entre as melhores maneiras de fazê-lo, damos um lugar de honra para o ensino de crianças acerca do temor do Senhor, para que possam ser uma semente a Seu serviço, e para o gozo em Sua salvação”.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

NAS MÃOS DE DEUS

“Ponha a sua vida nas mãos do Senhor,

confie nele,

e ele o ajudará”.

(Salmo 37.5)


Eu entrego a minha vida

Totalmente em Tuas mãos;

Mãos de Deus dão acolhida,

Que por mim foram feridas,

Que abençoam, sem medida,

Que apontam a direção!


Deus é quem tudo governa

Com plena sabedoria;

Tua bondade é eterna,

Tua disciplina é terna,

Tua palavra é qual lanterna,

Que na escuridão me guia!


Vejo tudo que acontece

Como parte do Teu plano.

Minha paciência cresce,

Tristeza desaparece,

Deixo tudo, pela prece,

Nas Tuas mãos Deus soberano!


Deus de amor que nunca muda

Só em Ti tenho esperança;

Que este mundo não me iluda,

Que o Senhor sempre me acuda,

Que somente em Tua ajuda,

Eu coloque a confiança!


Gilberto Celeti

QUEM DEVE EVANGELIZAR AS CRIANÇAS?

Há várias respostas para esta pergunta e estão todas corretas, dependendo da orientação de Deus e das circunstâncias.


Em primeiro lugar, a responsabilidade é de todos os cristãos, à medida que têm oportunidade de fazê-lo. A tarefa da evangelização é um mandamento para todo cristão, e não está restrita para alguns capacitados. Todos os cristãos têm contato com crianças de alguma forma, em casa, na vizinhança, na igreja, etc.


Se todos estão preocupados com as necessidades físicas e sociais das crianças, e tentam fazer todo o possível para ajudar as que estão necessitadas, de alguma forma, isto não deveria ser verdade também no aspecto espiritual?


Cada um pode, no mínimo, orar pela salvação das crianças. Além disso, cada um pode dar um folheto evangelístico a uma criança ou convidá-la para um encontro com outras crianças onde a Palavra de Deus será anunciada. Cada um pode ser uma testemunha para uma criança de seu relacionamento. Não é necessário nenhum dom ou habilidade especial para ajudar na evangelização das crianças.


Em segundo lugar, há aqueles em posição de responsabilidade que possuem uma oportunidade especial para evangelizar as crianças: pastores que supervisionam toda a comunidade da igreja; professores de Escola Dominical; obreiros que trabalham voluntariamente ou não com crianças dentro e fora da igreja; pais que têm uma responsabilidade muito especial com os seus próprios filhos.

Efésios 6.4: “Pais, não tratem os seus filhos de um jeito que faça com que eles fiquem irritados. Pelo contrário, vocês devem criá-los com a disciplina e os ensinamentos cristãos”.


Todos esses grupos devem aproveitar ao máximo as oportunidades de evangelizar as crianças sob seus cuidados. John Bunyan, escritor de “O Peregrino”, escreveu: “Eu estaria pescando meninos e meninas”. Imagine se cada um dos cristãos pudesse dizer o mesmo.


Em terceiro lugar, há aqueles a quem Deus, o Espírito Santo chamou para o ministério de tempo integral com as crianças. A estes, Deus presenteia com o dom de ensino para este propósito e, em muitos casos, com o dom de evangelismo.


Estas pessoas possuem uma responsabilidade especial de evangelizar as crianças e devem ser encorajadas e auxiliadas por todo os cristãos neste ministério, tão vital.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

O MODO DE SERVIR A DEUS

“E quem serve a Cristo dessa maneira

agrada a Deus e

é aprovado por todos”

(Romanos 14.18).


Há um modo de servir a Cristo

Que por homens é sempre aprovado

E pra Deus é sempre agradável;

Este jeito se resume nisto:

Um viver honesto, equilibrado,

Bem alegre, em paz e sempre amável.


Um viver de fé, bem coerente,

Com o ensino de toda Escritura,

Conhecendo qual é a vontade

Do Senhor e sendo obediente.

Vai mantendo a consciência pura

Sempre alicerçado na verdade.


Gilberto Celeti

POR QUE DEVEMOS EVANGELIZAR AS CRIANÇAS?

Medite nestes dois fatos que ajudam a convencer sobre a importância de obedecer à ordem do Senhor Jesus e pregar o evangelho as crianças:

· A população mundial ultrapassou a casa dos seis bilhões. Pode se verificar que pelo menos a metade deste número é composta por pessoas abaixo dos 15 anos de idade. Uma parte importante da população mundial. Que campo missionário!

· A infância é um estágio da vida de todas as pessoas, um estágio pelo qual todos passam. Isto significa que a outra metade que agora é adulta, já foi criança uma vez.

Há hoje, muitas igrejas e cristãos que têm obedecido a ordem do Senhor Jesus e estão evangelizando crianças. Isto é motivo de muito louvor e gratidão a Deus. Mas a observação e a experiência mostram que estes são a minoria.

Há muitas igrejas e cristãos que trabalham com crianças, mas que não vêem a necessidade de evangelizá-las. É urgente que Deus abra os olhos de todos para perceberem a grande necessidade e as imensas oportunidades que existem neste ministério. É preciso a compreensão que evangelizar uma criança é obedecer a uma ordem do Senhor Jesus.

Os reformadores, Lutero, Calvino e Knox enfatizavam a responsabilidade para com as crianças. Lutero, por exemplo, disse: “Se o Reino de Deus vem com poder, precisamos começar com as crianças, e devemos ensiná-las desde o berço”. Ele disse também: “Fico profundamente comovido quando vejo que meninos e meninas podem orar, crer e falar com Deus e Cristo mais do que nunca antes”. Em 1530 ele pregou um sermão, no qual disse: “Precisamos ter pastores normais que irão ensinar o Evangelho e o catecismo para os jovens e para os ignorantes”.

Spurgeon tinha um ministério muito grande para crianças nas Escolas Dominicais e em todos os lugares. De tempos em tempos, eles realizavam encontros evangelísticos para crianças, com cerca de 8.000 delas, e muitas professavam a fé em Cristo. Dezessete anos depois, Spurgeon pôde apontar muitos “pilares da igreja”, que haviam se convertido quando crianças nesses encontros.

terça-feira, 25 de novembro de 2008

TER EM DEUS A SUA RIQUEZA

“Confie no Senhor.

Tenha fé e coragem.

Confie em Deus, o Senhor”.

(Salmo 27.4)

No mundo onde domina a impiedade,

E onde prevalece a vileza,

Não há como escapar da ansiedade,

Não há como esconder toda tristeza.


Tristeza quando triunfa a maldade,

Que traz ao coração medo e incerteza,

Tristeza por ver tanta crueldade,

Que afeta até a própria natureza.


Mas Deus que é fonte de toda bondade,

Torna-se o refúgio e a fortaleza.

Confiando na Sua amorosa vontade


Podemos tirar força na fraqueza.

E só é corajoso, na verdade,

Aquele que em Deus tem Sua riqueza.


Gilberto Celeti

POR QUE DEVEMOS EVANGELIZAR AS CRIANÇAS?

A razão principal é porque o Senhor Jesus assim ordenou.

Marcos 16.15: “Vão pelo mundo inteiro e anunciem o evangelho a todas as pessoas

Não há como desviar deste mandamento. Ele é simples, claro e preciso. Sua ordem inclui todas as pessoas, de todas as idades.

Romanos 1.16: “Eu não me envergonho do evangelho, pois ele é o poder de Deus para salvar todos os que crêem”.

Há poder no evangelho. O Espírito Santo utiliza o evangelho para convencer meninos e meninas de seu pecado, para levá-los a Jesus Cristo e regenerá-los. O poder está na maravilhosa mensagem e não em nós mesmos ou em nossos métodos.


É preciso ter em mente também o fato de que existe apenas um evangelho.

Gálatas 1.8: “Mas, se alguém, mesmo que sejamos nós ou um anjo do céu, anunciar a vocês um evangelho diferente daquele que temos anunciado, que seja amaldiçoado”.


O Senhor Jesus ordenou: “pregai o evangelho a toda criatura” (versão atualizada). Não há dois evangelhos – um para adultos e jovens e outro para as crianças. Não! Há um único e o mesmo evangelho para todas as faixas etárias.

Claro que há diferenças na forma em que o evangelho deva ser apresentado, mas a mensagem é a mesma.


Francis Schaeffer, escritor internacionalmente conhecido, disse numa conferência para obreiros de crianças: “Há apenas um evangelho para adultos e crianças. O evangelismo de crianças não é um evangelho diferente. Devemos proclamar as grandes verdades da fé cristão de uma maneira muito simples. A maior razão para a minha crença de que crianças pequenas podem realmente compreender as verdades vitais do evangelho é que creio no ministério do Espírito Santo para comunicar a mensagem de salvação e santificação para elas. Não há adulto, por mais inteligente que seja que possa compreender o Evangelho sem a iluminação do Espírito Santo”.

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

FICAR ALERTA SEM PERDER A CALMA

“Diga ao rei que fique alerta, mas que não perca a calma;

que não tenha medo, nem fique desanimado

por causa do ódio do rei Rezim, dos sírios e do rei Peca.

Eles são menos perigosos do que dois tições soltando fumaça...

Se vocês não tiverem uma fé firme, não poderão ficar firmes”.

(Isaías 7.4)


Ficar alerta sem perder a calma

Na dura provação que se avizinha

Como num vôlei, esta “bola”, espalma,

Para o campo do rival, na linha.


E só podemos ir marcando pontos

Se todo o medo for lançado fora;

Ficando firmes nos duros confrontos,

Confiando em Deus sempre, em qualquer hora.


A nossa luta não é contra o sangue

Nem contra a carne e tudo o que é humano

A luta é dura, mas não fica langue,


Quem busca forças no Deus Soberano,

Que nos equipa e dá sabedoria

Para obter vitória a cada dia.


Gilberto Celeti

POR QUE DEVEMOS EVANGELIZAR?

Todo cristão precisa descobrir que possui um papel importante no grande programa e plano divino de evangelismo, quer seja obreiro de tempo integral, quer não.


O evangelismo deve ser sempre uma das maiores prioridades da igreja.


Há algumas razões para isto:


1ª) É a ordem do Senhor.

Jesus mandou evangelizar. É preciso obedecê-lo.

Marcos 16.15: “Vão pelo mundo inteiro e anunciem o evangelho a todas as pessoas”.


2ª) Somos constrangidos pelo amor de Cristo.

Nós O amamos e mostramos esse amor ao falar dEle para outras pessoas.

2 Coríntios 5.14: “Porque somos dominados pelo amor que Cristo tem por nós, pois reconhecemos que um homem, Jesus Cristo ,morreu por todos, o que quer dizer que todos tomam parte na sua morte.


3ª) O Senhor convoca para esta tarefa.

Mateus 9.36-38: “Quando Jesus viu a multidão, ficou com muita pena daquela gente porque eles estavam aflitos e abandonados, como ovelhas sem pastor. Então disse aos discípulos: A colheita é grande mesmo, mas os trabalhadores são poucos. Peçam ao dono da plantação que mande mais trabalhadores para fazerem a colheita”.

Atos 13.2: “Certa vez, quando eles estavam adorando o Senhor e jejuando, o Espírito Santo disse: Separem para mim Barnabé e Saulo a fim de fazerem o trabalho para o qual os tenho chamado”.


4ª) Estamos interessados na glória de Deus.

1 Coríntios 10.31: “Portanto, quando vocês comem, ou bebem, ou fazem qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus”.

Queremos ver Deus glorificado na vida de homens, mulheres, jovens e crianças.

Bilhões de pessoas tomam o nome de Deus em vão, não têm tempo para Ele ou Sua Palavra, estão se prostrando diante de falsos deuses e estão roubando Deus de Sua glória.

Queremos que Deus ocupe o lugar de direito em suas vidas.

Qual é a maior manifestação da Sua glória, de Sua graça e de Seu poder hoje em dia?

Sem nenhuma dúvida, é a salvação daqueles que respondem positivamente ao Evangelho!


Estas são razões vitais porque devemos evangelizar.

domingo, 23 de novembro de 2008

PROVAS DE AFLIÇÃO

“Meus queridos amigos, não fiquem admirados com a dura prova de aflição pela qual vocês estão passando, como se alguma coisa fora do comum estivesse acontecendo a vocês. Pelo contrário, alegrem-se por estarem tomando parte nos sofrimentos de Cristo, para que fiquem cheios de alegria quando a glória dele for revelada” (1 Pedro 4.12,13).

Estar alerta e ser prudente

Na dura prova estar acima.

E amar smpre sinceramente

Porque o fim se aproxima.


Jamais ficar admirado

Quando então estou sofrendo,

Como se algo inusitado

Estivesse agora acontecendo.


Quando se é participante

Nos sofrimentos, sim, de Cristo

O coração diz exultante:

Eu fico firme e não desisto!

Pois a Jesus estou ligado

E pelo Espírito habitado!


Gilberto Celeti

A QUEM DEVEMOS EVANGELIZAR?

Marcos 16.15: “ Vão pelo mundo inteiro e anunciem o evangelho a todas as pessoas”. A tradução revista e atualizada da Bíblia diz: “a toda criatura”.

 

O evangelismo bíblico é um evangelismo total. Deus quer que a boa nova da salvação chegue a todos, sem exceção. Não há um único grupo para o qual todo o esforço evangelístico dever ser exclusivamente direcionado - idosos, adultos, jovens, adolescentes ou crianças.

 

Há pessoas que insistem que o evangelho dever ser anunciado apenas aos adultos e aqueles que são pais é que evangelizariam aos seus prórpios filhos. Isso parece razoável à primeira vista. Mas há dois problemas envolvidos:

 

1. Não é bíblico, porque o padrão da Bíblia é a evangelização de todas as pessoas, e não apenas de um grupo. Ninguém é excluído.

 

2. Uma grande parte da população só iria ouvir do Evangelho se outra parte respondesse favoravelmente a ele. Não parecer ser nem ético nem justo.

 

Em 2 Reis 12.2 esta escrito que: “Durante toda a sua vida Joás fez o que agrada a Deus, o Senhor, pois o sacerdote Joiada o aconselhava”.

Joás havia subido ao trono quando tinha apenas sete anos de idade (2 Reis 11.21).

Pense no que poderia ter acontecido se ele tivesse sido influenciado e instruído apenas por seu pai idólatgra e por sua mãe depravada.

Em lugar disso, Deus levantou Joiada para dar lhe instrução espiritual, porque não a receberia de seus pais.

 

É interessante ver  como Paulo obedeceu o padrão bíblico de evangelismo conforme dado pelo Senhor Jesus em Marcos 16.5. Ele descreve assim o seu ministério evangelístico:

Atos 26.22,23: “Mas até hoje Deus tem me ajudado, e por isso estou aqui trazendo a sua mensagem a todos, tanto aos humildes como aos importantes. Pois eu digo a mesma coisa que os profetas e Moisés disseram que ia acontecer. Eles afirmaram que o Messias precisava sofrer e ser o primeiro a ressuscitar, para anunciar a luz da salvação tanto aos judeus como aos não judeus”.

 

A palavra grega para “humildes” utilizada por Paulo é “mikros”. A palavra grega para “importantes”  é “megas”. Será que ele estava pensando também naqueles que eram fisicamente pequenos, e naqueles fisicamente grandes? Pode ser. No entanto, o princípio subjacente e norteador continua o mesmo - evangelizar a todos quantos é possível e nunca deixar ninguém de fora. As condições culturais e sociais daqueles dias podem ter feito com que Paulo estivesse mais em contato com adultos do que com crianças, mas isso não afetou o seu principio orientador para evangelizar a todos.

 

Todos precisam de Cristo. Portanto é urgente evangelizar a todos. Este é o princípio orientador no evangelismo.

 

É óbvio que evangelizar a todos é uma tarefa impossível, assim como é impossível ir a todo lugar - embora esta deva ser a visão e o desejo de cada salvo.

Que Deus mostre aos seus a responsabilidade de ganhar também as crianças para Cristo e haja dedicação nisto.

sábado, 22 de novembro de 2008

SEJA FEITO CONFORME VOCÊS CRÊEM

... no caminho dois cegos começaram a segui-lo, gritando:

- Filho de Davi, tenha pena de nós!

Assim que entrou em casa, os cegos chegaram perto dele. 

Então ele perguntou:

- Vocês crêm que eu posso curar vocês?

- Sim, Senhor! Nós cremos!- responderam eles.

Jesus tocou nos olhos deles e disse:

- Então que seja feito como vocês crêem!

E os olhos deles ficaram curados.

Aí Jesus ordenou com severidade:

- Não contem isso a ninguém!

Porém eles foram embora e espalharam as notícias a respeito de Jesus por toda aquela região.


(Fato registrado por Mateus no capítulo 9.27-31)


Eram dois cegos que a Jesus iam seguindo

E que clamavam, muito forte, insistindo:

“Tem compaixão de nós, ó Filho de Davi!”


E quando foram por Jesus interrogados:

“Vocês, de fato, creêm que podem ser curados?

Veio a resposta: “Sim, Senhor, eis-nos aqui!”


“Conforme a vossa fé seus olhos sejam abertos”

Ouviram todos e então boquiabertos

Viram o milagre que Jesus fez mesmo ali.


É quando surge a impossibilidade

Que Deus atua na mais ampla liberdade

Dando o escape e trazendo a solução.


E é somente a triste incredulidade,

Ou quando há no coração iniquidade,

Que impede o mover de Sua forte mão.


Pra Deus não há nada difícil ou impossível,

A qualquer hora Ele atende, é acessível,

Diante dEle faz com fé sua petição.


Gilberto Celeti


Com certeza de fé e coração limpo apresentemos nossa causa para Aquele que trabalha com impossibilidades e cuja resposta trará glória ao Seu Nome.


Como você sabe, a Aliança Pró Evangelização das Crianças – APEC, realiza sua obra missionária em todos os continentes, em 160 países, desde 1937. 

Missões na APEC envolve:

* os pés daqueles que levam a mensagem do evangelho às crianças

* os joelhos daqueles que intercedem para que haja frutos que glorifiquem a Jesus

* as mãos daqueles que assinam um cheque, que transferem um valor de sua conta, que entregam um valor pessoalmente para a manutenção do trabalho.

Coloque também os seus pés, os seus joelhos as suas mãos e o seu coração em favor das crianças e em favor da APEC.


Neste final de ano todo os obreiros da APEC estão diante do Senhor com certeza de fé e coração limpo apresentando as suas necessidades, tanto pessoais como do ministério. 

Para a APEC é impossível mas para o Senhor tudo é possível.  Ore também, por favor. 

Se desejar usar suas mãos para enviar uma oferta de amor escolha uma das contas da APEC:

Banco Bradesco – agência: 0475-8 – conta corrente: 8684-3

Banco do Brasil – agência: 1815-5 – conta corrente: 14844-x

Caixa Ec. Federal – agência: 0235 – conta corrente: 003-002028-4

Banco Itaú – agência: 0368 – conta corrente: 17874-5


Informe seu depósito ou transferência:

por Fax: (11) 5573-9510, ou

por E-mail: desenvolvimento@apec.com.br


A APEC no Brasil caminha para os 70 anos de existência (em 2011). Trata-se de uma obra interdenominacional, missionária e sustentada pela fé. Seu princípio é Orar a Deus e Informar o Povo de Deus, de maneira digna, a respeito de suas necessidades. Todas as ofertas são devidamente registradas e contabilizadas. Invista sua oferta de amor, na APEC.


Visite o novo SITE da APEC e conheça mais sobre esta obra missionária: www.apec.com.br


Gilberto Celeti

Superintendente Nacional




ONDE DEVEMOS EVANGELIZAR?

O padrão bíblico de evangelismo é claramente apresentado em Marcos 16.15, quando o Senhor Jesus Cristo deu a seguinte ordem: “ Vão pelo mundo inteiro e anunciem o evangelho a todas as pessoas”. 


Instantes antes de sua ascensão aos céus, as últimas palavras de Jesus, registradas em Atos 1.8 foram: “Porém, quando o Espírito Santo descer sobre vocês, vocês receberão poder e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria e até nos lugares mais distantes da terra”. 

A obra da evangelização é de abrangência mundial.

No ano de 1999, numa Conferência da APEC, o cântico tema trouxe uma preciosa lição sobre “ONDE” se deve evangelizar crianças:

Aqui pertinho da esquina

Ou ao redor do mundo,

Crianças necessitam de Jesus,

De Seu amor profundo,

Levemos com ardor,

A mensagem do Senhor,

Aqui pertinho da esquina

Ou ao redor do mundo.


Há trabalho para mim e para você bem mais pertinho do que imaginamos. 

E também mui longe!

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

“Neste dia chamo o céu e a terra como...

“Neste dia chamo o céu e a terra como testemunha contra vocês. Eu lhes dou oportunidade de escolherem entre a vida e a morte, entre a bênção e a maldição. Escolham a vida, para que vocês e os seus descendentes vivam muitos anos. Amem o Senhor, nosso Deus, obedeçam ao que ele manda e fiquem ligados a Ele. Assim vocês continuarão a viver muitos anos na terra que o Senhor Deus jurou que daria aos vossos antepassados Abraão, Isaque e Jacó” (Deuteronômio 30.19,20).


 

Deus dá oportunidade

Pra você fazer escolha

Pois ninguém é como folha

Pelo vento assoprada,

Indo a esmo na jornada.


De um lado está a vida,

Do outro lado está a morte,

Não é uma questão de sorte,

Você toma a decisão

Entre a bênção e a maldição.


Ouça a voz do Deus eterno

E se apegue firmemente,

A sua palavra, tão somente.

Nele há vida abundante,

Seu cuidado é constante.


Bom, perfeito e agradável

É para os seus o seu plano.

E ele guia soberano.

A vida só faz sentido

A quem a Deus tem escolhido.


Gilberto Celeti


 

OS EVANGELISTAS NO NOVO TESTAMENTO

É essencial compreender os métodos de evangelismo usados pelos evangelistas no Novo Testamento e praticá-los nos dias atuais.


O ministério deles envolvia:


  • Proclamação das grandes verdades do Evangelho – especialmente a verdade central de “Cristo crucificado”.

1 Coríntios 1.23: “Mas nós anunciamos o Cristo crucificado – uma mensagem que para os judeus é ofensa, e para os não judeus é loucura”.


As boas novas acerca da cruz só podem ser compreendidas à luz das más notícias acerca do pecado. O pecado só poder ser compreendido à luz do caráter de Deus. Estas verdades precisam ser incluídas na apresentação do evangelho.


 

  • Explicação das grandes verdades do Evangelho.

As crianças de hoje possuem ouço ou nenhum conhecimento bíblico. Assim, as declarações acerca do Evangelho são inadequadas se não forem explicadas e ensinadas de forma apropriada.


Mateus 28.19,20: “Portanto, vão a todos os povos do mundo e façam com que sejam meus seguidores, batizando esses seguidores em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e ensinando-os a obedecer a tudo o que tenho ordenando a vocês. E lembrem disto: eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos”.


As crianças precisam de um ensino evangelístico – não apenas ensino, nem apenas evangelismo, mas uma combinação dos dois.



  • Convite para responde às grandes verdades do Evangelho.

O Evangelho exige uma resposta – uma resposta do coração, mente e vontade.


Os apóstolos sempre desafiavam seus ouvintes não salvos a tomar uma posição com respeito àquilo que haviam ouvido.


Atos 2.38: “Pedro respondeu: Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo para que os seus pecados sejam perdoados, e vocês receberão de Deus, o Espírito Santo”.


Atos 16.31: “Creia no Senhor Jesus e você será salvo – você e as pessoas da sua casa”.


Trata-se de uma resposta do coração para Deus, quando o Espírito Santo convence do pecado e aponta para Jesus Cristo.


 

  • Esclarecimento do que está envolvido quando um pecador confia em Jesus Cristo e do que significa tornar-se um cristão.

2 Coríntios 5.17: “Quem está unido com Cristo é uma nova pessoa; acabou-se o que era velho, e já chegou o que é novo”.


1 Tessalonicenses 1.9: “ Todas as pessoas desses lugares falam da nossa visita a vocês e contam como vocês nos receberam bem e como vocês deixaram os ídolos para seguir ao Deus vive e verdadeiro”.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

AQUELES QUE AMAM A TUA LEI

“Aqueles que amam a tua lei têm muita segurança e


não há nada que os faça cair” (Salmo 119.165).


Quando a vida é comparada

A uma grande caminhada

É preciso estar atento

E evitar tropeçamento.


Só desfruta segurança

Quem coloca a confiança

Na palavra do Senhor

E por ela tem amor.


Todo dia, toda hora,

Muitos caem e ficam fora,

Errar o alvo é o pecado.


Mas quem a Deus obedece,

De sua lei nunca se esquece,

Ama a Deus e está guardado.


Gilberto Celeti

ENSINO SOBRE OS RESULTADOS DA SALVAÇÃO

A criança precisa compreender o que acontece em sua vida quando ela confia em Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador.


Ensine que:

* Todos os seus pecados são perdoados. A criança fica justificada.

Atos 13.38,39: “Meus irmãos, todos vocês precisam saber com certeza que é por meio de Jesus que a mensagem do perdão de pecados é anunciada a vocês. Precisam saber também que quem cré é libertado de todos os pecados dos quais a Lei de Moisés não pode livrar”.


* Ela recebe a vida eterna.

João 3.16: “Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna”.


* Ela recebe o Espírito Santo.

Efésios 1.13: “Quando ouviram a verdadeira mensagem, a boa notícia que trouxe para vocês a salvação, vocês creram em Cristo. E Deus pôs em vocês a sua marca de proprietário quando lhes deu o Espírito Santo, que ele havia prometido”.


* Ela é regenerada e recebe uma nova natureza.

Tito 3.4-6: “Porém, quando Deus, o nosso Salvador, mostrou a sua bondade e o seu amor por todos nós, ele nos salvou porque teve compaixão de nós, e não porque nós tívessemos feito alguma coisa boa. Ele nos salvou por meio do Espírito Santo, que nos lavou, fazendo com nascêssemos de novo e dando-nos uma nova vida. Deus derramou com generosidade o seu Espírito Santo sobre nós, por meio de Jesus Cristo, o nosso Salvador”.


* Ela deverá experimentar uma real mudança em sua vida.

Atos 26.20: “ Eu dizia a todos que eles precisavam abandonar os seus pecados, voltar para Deus e fazer coisas que mostrassem que estavam, de fato, arrependidos”.

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

MAIS DO QUE PEDIMOS OU PENSAMOS

“E agora, que a glória seja dada a Deus, o qual, por meio do seu poder que age em nós, pode fazer muito mais do que nós pedimos ou até pensamos! Glória a Deus por meio da Igreja e por meio de Cristo Jesus, por todos os tempos e para todo o sempre! Amém”! (Efésios 3.20,21).


Infinitamente mais do que podemos pedir,

Infinitamente mais do que podemos pensar,

O Deus Eterno é capaz e bem sabe agir;

A sua obra é eficaz, podemos bem confiar.


E é tão surpreendente que seu grande poder,

Age em todo o crente, inundando-o de amor,

Pra que completamente e com todo o seu ser,

Possa alegremente honrar ao Senhor.


Cristo é quem faz morada dentro do coração,

Com a fé ampliada cresce a compreensão,

De que é incompreensível o amor de Senhor,


Mas que está acessível por sua graça e favor.

A Igreja com brilho consegue a vitória!

Ao Deus Pai, ao Filho, ao Espírito a glória!


 Gilberto Celeti

ENSINO SOBRE ARREPENDIMENTO E FÉ

Ensine sobre o arrependimento dos pecados e fé em Cristo – a apropriação da salvação!


O convite para vir a Cristo é uma parte essencial do Evangelho.

Apocalipse 22.17: “O Espírito e a Noiva dizem: Venha! Aquele que ouvi isso também: Venha! Aquele que tem sede venha. E quem quiser receba de graça a água da vida”.

Ore para que a criança coloque sua confiança em Cristo.

Enfatize:

. O Convite – Jesus é quem convida para vir a Ele.

Mateus 11.28: “ Venha a mim, todos vocês que estão cansados de carregar as suas pesadas cargas, e eu lhes darei descanso. Sejam meus seguidores e aprendam comigo porque sou bondoso e tenho um coração humilde; e vocês encontrarão descanso”.


. O Arrependimento – O desejo de virar as costas para o pecado e voltar-se para Deus.

Atos 26.20: “Anunciei a mensagem primeiro em Damasco e depos em Jerusalém, em toda a região da Judéia e entre os não judeus. Eu dizia a todos que eles precisavam abandonar os seus pecados, voltar para Deus e fazer coisas que mostrassem que estavam, de fato, arrependidos”. Veja também o que diz Atos 2.38.


. A Fé – A atitude de confiança plena no Senhor Jesus Cristo e que possibilita iniciar uma nova vida de obediência ao Senhor.

Romanos 10.9: “Se você disser com a sua boca: Jesus é Senhor e no seu coração crer que Deus ressuscitou Jesus, você será salvo”.


A verdadeira fé sempre inclui arrependimento dos pecados e envolve uma resposta tríplice ao convite de Cristo – uma resposta da mente (compreensão), do coração (emoção) e da vontade (ação).

Romanos 6.17: “Mas damos graças a Deus porque vocês, que antes eram escravos do pecado, agora já obedecem de todo o coração às verdades que estão nos ensinamentos que receberam”.

terça-feira, 18 de novembro de 2008

CONFIANÇA NAS PROMESSAS DE DEUS

“Mas os humildes viverão em segurança

na terra prometida e terão

alegria, prosperidade e paz” (Salmo 37.11



Segurança e pleno bem estar

É possível pra quem descansar

Nas promessas de Deus, Soberano,

Que pra tudo tem um sábio plano.


Não se irrite quando há maldade,

Quando prevalece a iniqüidade,

Quando os maus se saem vitoriosos,

E os bons se tornam odiosos.


Deus irá cuidar de tudo isso,

Paciente, aos maus dará sumiço,

E aos humildes, então, honrará;

Para um lugar de paz os levará,

A prosperidade e a alegria,

Será sua porção a cada dia.


Gilberto Celeti


ENSINO SOBRE JESUS CRISTO

Ensine sobre Jesus Cristo – o caminho da salvação!

Ensine sobre o Senhor Jesus Cristo, o ÙNICO que salva do pecado.
Ensine sobre a Sua Pessoa (quem ELE é).
Ensine sobre a Sua Obra (o que ELE fez).
Enfatize sua:

Pessoa – Ele é o Filho Unigênito de Deus.
Atos 9.20: “E começou imediatamente a anunciar Jesus nas sinagogas, dizendo: Jesus é o Filho de Deus”.

Morte – Todo o seu significado e importância. Toda a sua suficiência para expiar o pecado.
Atos 2.23,38: “Deus, por sua própria vontade e sabedoria, já havia resolvido que Jesus seria entregue nas mãos de vocês. E vocês mesmos o mataram por mãos de homens maus, que o crucificaram... Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo para que os seus pecados sejam perdoados, e vocês receberão de Deus o Espírito Santo”.

Ressurreição – Jesus é um Salvador vivo.
Atos 2.24,32: “Mas Deus ressuscitou Jesus, livrando-o do poder da morte, porque não era possível que a morte o dominasse... Deus ressuscitou este Jesus, e todos nós somos testemunhas disso”.

Exaltação – Jesus é o Senhor de tudo.
Atos 2.33,36: “Pois Jesus foi levado pra sentar-se ao lado direito de Deus, o seu Pai, o qual lhe deu o Espírito Santo, como havia prometido. E Jesus derramou sobre nós esse Espírito, conforme vocês estão vendo e ouvindo agora... Todo o povo de Israel deve ficar bem certo de que este Jesus que vocês crucificaram é aquele que Deus tornou Senhor e Messias”.

Cristo é o ÚNICO em quem a criança e qualquer pessoa deve crer ou confiar pessoalmente para a sua salvação.
Os ensinos sobre a Pessoa e a Obra de Jesus Cristo devem estar sempre interligados na apresentação do Evangelho.

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

ORAÇÃO COMO EXPERIÊNCIA

“Prestem atenção naquilo que aquele juiz desonesto disse.
Será, então, que Deus não vai fazer justiça a favor do seu próprio povo,
que grita por socorro dia e noite?
Será que ele vai demorar para ajudá-lo?” (Lucas 18.6,7)

Um juiz bem desonesto
Que a ninguém considerava,
Acabou ajudando presto
A mulher que o importunava.

O Senhor do Universo
Deus longânimo e perfeito,
Não é um juiz perverso,
Ouve e atende cada pleito.

Ouve e atende bem depressa
Aos que dia e noite clamam
Que confiam em Suas promessas,
E que pela fé as reclamam.

Ele sabe o momento
Pra atender a oração.
É sem esmorecimento
Que os seus lhe buscarão.

Oração perseverante
Até que venha a solução.
Sim, ou não, o importante
É ver que Deus dá direção.

Oração objetiva
Lança fora o lero-lero,
Toda a sua assertiva
Vem de um coração sincero.

Oração esperançosa
Que sabe que Deus não falha,
Sua ação sempre é bondosa,
O seu “não” não atrapalha.

Por favor, Senhor, me ensine,
A orar continuamente;
E que eu nunca desanime,
E que a minha fé aumente.

Gilberto Celeti

Após mensagem pregada na Igreja Presbiteriana de Vila Mariana pelo Pr. Paulo A. Delage, no texto de Lucas 18.1-8, numa série sobre as parábolas de Cristo.

ENSINO SOBRE O PECADO

ENSINE SOBRE O PECADO – a necessidade de salvação da criança!

É necessário ensinar sobre a pecaminosidade do coração humano.
Preste atenção ns palavras do Salmo 51.5: “De fato, tenho sido mau desde que nasci; tenho sido pecador desde o dia em que fui concebido”.
É necessário explicar o que é o pecado, e que todos são pecadores diante de um Deus santo.
Ensine as conseqüências do pecado.
Enfatize que:

. O pecado é contra Deus.
Salmo 51.4: “Contra ti eu pequei – somente contra ti – e fiz o que detestas. Tu tens razão,quando me julgas e estás certo quando me condenas”.

. O pecado é a transgressão da lei de Deus.
1 João 3.4: “Quem peca é culpado de quebrar a lei de Deus, porque o pecado é a quebra da lei”.

. Todos são pecadores por natureza.
Efésios 2.3: “De fato, todos nós éramos como eles e vivíamos de acordo com a nossa natureza humana, fazendo o que o nosso corpo e a nossa mente queriam. Assim, porque somos seres humanos como os outros, nós também estávamos destinados a sofrer o castigo de Deus”.

. Todos são pecadores por atos.
Romanos 3.23: “Todos pecaram e estão afastados da presença gloriosa de Deus”.

. O pecado merece a punição e a separação eterna de Deus.
Romanos 1.18: Do céu Deus revela a sua ira contra todos os pecados e todas as maldades das pessoas que, por meio das suas más ações, não deixam que os outros conheçam a verdade a respeito de Deus”.

É obra do Espírito Santo convencer do pecado.
Ao ensinar as crianças, ore para que Ele faça essa obra no coração e na vida das crianças.

domingo, 16 de novembro de 2008

SALMO 63.7

“Anunciarei o amor de Deus, o Senhor, e darei graças por tudo o que ele tem feito; pois o Senhor nos abençoou ricamente, ele mostrou grande bondade para com seu povo, por causa da sua compaixão e do seu grande amor”.

Da bondade de Deus falarei,
Seu amor, grato, anunciarei,
Pois é grande a sua compaixão
Que enternece o meu coração

Ele diz: Nunca te deixarei,
E jamais te abandonarei,
Pra avareza não existe razão
Pois Deus nunca nos deixa na mão.

Bem contente eu sempre estarei
Pois Deus sempre haverá de suprir,
Não importa o que está no porvir.

Ao Senhor sempre então cantarei,
Que em Cristo nos dá, com certeza,
Suas tão gloriosas riquezas!

Gilberto Celeti

ENSINO SOBRE DEUS – a fonte da salvação!

Ensine a criança sobre o caráter de Deus (quem ELE é e como ELE é).
Ensine a criança sobre a obra de Deus (o que ELE fez).

A compreensão do pecado e da necessidade de salvação começa com uma clara compreensão de Deus.

Enfatize, para a criança, as seguintes verdades:
· Deus é o Criador – o homem tem uma responsabilidade perante ELE.
Atos 27.24-29: “Deus, que fez o mundo e tudo o que nele existe, é o Senhor do céu e da terra e não mora em templos feitos por seres humanos. E também não precisa que façam nada por ele, pois é ele mesmo que dá a todos vida, respiração e tudo mais. De um só homem ele criou todas as raças humanas para viverem na terra. Antes de criar os povos, Deus marcou para eles os lugares onde iriam morar e quanto tempo ficariam lá. Ele fez isso para que todos pudessem procurá-lo e talvez encontrá-lo, embora ele não esteja longe de cada um de nós. Porque, como alguém disse: Nele vivemos, nos movemos e existimos”.

· Deus se revela ao homem por meio da Bíblia – o homem tem o dever de ouvir a Palavra de Deus.
1 Coríntios 15.3,4: “Eu passei para vocês o ensinamento que recebi e que é da mais alta importância: Cristo morreu pelos nossos pecados, como está escrito nas Escrituras Sagradas; ele foi sepultado e, no terceiro dia, foi ressuscitado, como está escrito nas Escrituras”.

· Deus é Santo e Justo – portanto ELE deve julgar o pecado
Atos 17.31: “Pois ele marcou o dia em que vai julgar o mundo com justiça, por meio de um homem que escolheu. E deu prova disso a todos quando ressuscitou esse homem”.

· Deus é Bom, Gracioso, Misericordioso e Amoroso – ELE providenciou a solução para a necessidade do homem.
João 3.16: “Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna”.

A santidade de Deus torna a salvação necessária.
O amor de Deus torna a salvação possível.
Estas verdades devem ser ensinadas às crianças sempre.
Mantenha diante das crianças este precioso equilíbrio bíblico.

sábado, 15 de novembro de 2008

EVANGELISMO ENVOLVE ENSINO BÍBLICO

EVANGELISMO É ENSINO BÍBLICO

É absolutamente essencial saber qual é a mensagem do evangelho, se vamos pregá-lo.

Evangelismo envolve o ensino do máximo possível dentro das seguintes áreas da verdade bíblica:

1. Ensino sobre Deus - a fonte da salvação.

2. Ensino sobre o pecado - a necessidade de salvação do homem.

3. Ensino sobre Jesus Cristo - o caminho da salvação.

4. Ensino sobre arrependimento e fé - a apropriação da salvação.

5. Ensino sobre os resultados da salvação.

... continua...

FILIPENSES 4.19

“E o meu Deus, de acordo com as suas gloriosas riquezas que ele tem para oferecer por meio de Cristo Jesus, lhes dará tudo o que vocês precisam”.

É simplesmente fascinante,
Olhar as bênçãos abundantes,
Que Deus concede a cada instante.

A sua graça é irrestrita,
Sua compaixão é infinita,
Sua bondade é inaudita.

Deus dá completo suprimento,
Enche a alma de contentamento,
E inspira só agradecimento.

Toda ganância é retirada,
A ansiedade é extirpada,
Pois Deus não deixa faltar nada.

E fica claro como o dia,
Que em momentos de agonia,
Não se desfaz a alegria.

Porque para um viver contente,
Depende apenas, tão somente,
De crer em Deus completamente.

Que suprirá, sim, com certeza,
Segundo as gloriosas riquezas,
Que estão em Cristo, e com presteza.

Gilberto Celeti

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

BÍBLIA - O MANUAL DE EVANGELISMO

Só pelo estudo da Palavra de Deus é possível compreender o que é evangelismo e conseqüentemente responder a perguntas como:

. O que é evangelismo?
. Onde e a quem devemos evangelizar?
. Por que devemos evangelizar?
. Por que devemos evangelizar crianças?
. Como devemos evangelizar crianças?
. Quando devemos evangelizar crianças?

O QUE É EVANGELISMO?

Evangelismo é a proclamação das boas novas aos pecadores perdidos - que Jeus Cristo morreu por seus pecados, ressuscitou, e que está disposto e tem poder para salvar todos que querem dar as costas para o seu pecado (arrepender-se) e colocar a sua confiança nEle como Senhor e Salvador.

Marcos 16.15: "Vão pelo mundo inteiro e anunciem o evangelho a todas as pessoas".

Lucas 24.46-48: "O que está escrito é que o Messias tinha de sofrer e no terceiro dia ressuscitar. E que, em nome dele, a mensagem sobre o arrependimento e o perdão dos pecados seria anunciada a todas as nações, começando em Jerusalém. Vocês são testemunhas dessas coisas".

1 Coríntios 15.1-4: "Agora, irmãos, quero que lembrem do evangelho que eu anunciei a vocês, o qual vocês aceitaram e no qual continuam firmes. A mensagem que anunciei a vocês é o evangelho, por meio do qual vocês são salvos, se continuarem firmes nele. A não ser que não tenha adiantado nada vocês crerem nele. Eu passei para vocês o ensinamento que recebi e que é da mais alta importância: Cristo morreu pelos nossos pecados, como está escrito nas Escrituras Sagradas; ele foi sepultado e, no terceiro dia, foi ressuscitado, como está escrito nas Escrituras".
Esta mensagem do Evangelho é claramente descrita na Bíblia. A Palavra de Deus também deixa claro que há apenas um Evangelho.


Gálatas 1.8,9: "Mas, se alguém, mesmo que sejamos nós ou um anjo do céu, anunciar a vocês um evangelho diferente daquele que temos anunciado, seja amaldiçoado! Pois já dissemos antes e repetimos: se alguém anunciar um evangelho diferente daquele que vocês aceitaram, que essa pessoas seja amaldiçoada".

Em Marcos 16.15 está estabelecido que o Evangelho deve ser pregado a todos, quer sejam adultos, jovens ou crianças.