domingo, 16 de novembro de 2008

ENSINO SOBRE DEUS – a fonte da salvação!

Ensine a criança sobre o caráter de Deus (quem ELE é e como ELE é).
Ensine a criança sobre a obra de Deus (o que ELE fez).

A compreensão do pecado e da necessidade de salvação começa com uma clara compreensão de Deus.

Enfatize, para a criança, as seguintes verdades:
· Deus é o Criador – o homem tem uma responsabilidade perante ELE.
Atos 27.24-29: “Deus, que fez o mundo e tudo o que nele existe, é o Senhor do céu e da terra e não mora em templos feitos por seres humanos. E também não precisa que façam nada por ele, pois é ele mesmo que dá a todos vida, respiração e tudo mais. De um só homem ele criou todas as raças humanas para viverem na terra. Antes de criar os povos, Deus marcou para eles os lugares onde iriam morar e quanto tempo ficariam lá. Ele fez isso para que todos pudessem procurá-lo e talvez encontrá-lo, embora ele não esteja longe de cada um de nós. Porque, como alguém disse: Nele vivemos, nos movemos e existimos”.

· Deus se revela ao homem por meio da Bíblia – o homem tem o dever de ouvir a Palavra de Deus.
1 Coríntios 15.3,4: “Eu passei para vocês o ensinamento que recebi e que é da mais alta importância: Cristo morreu pelos nossos pecados, como está escrito nas Escrituras Sagradas; ele foi sepultado e, no terceiro dia, foi ressuscitado, como está escrito nas Escrituras”.

· Deus é Santo e Justo – portanto ELE deve julgar o pecado
Atos 17.31: “Pois ele marcou o dia em que vai julgar o mundo com justiça, por meio de um homem que escolheu. E deu prova disso a todos quando ressuscitou esse homem”.

· Deus é Bom, Gracioso, Misericordioso e Amoroso – ELE providenciou a solução para a necessidade do homem.
João 3.16: “Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna”.

A santidade de Deus torna a salvação necessária.
O amor de Deus torna a salvação possível.
Estas verdades devem ser ensinadas às crianças sempre.
Mantenha diante das crianças este precioso equilíbrio bíblico.

Nenhum comentário: