terça-feira, 16 de dezembro de 2008

NÃO HAVIA LUGAR

NÃO HAVIA LUGAR!


Então Maria deu à luz o seu primeiro filho. Enrolou o menino em panos e o deitou numa manjedoura, pois não havia lugar para eles na pensão” (Lucas 2.7).


Todos já estão dizendo a todos: FELIZ NATAL! A influência cultural do cristianismo é muito forte em todo o mundo e todos sabem que Natal é a data que os cristãos usam para comemorar o nascimento de Jesus Cristo.


É claro que há uma ênfase nos aspectos externos com relevância para os aspectos festivos e consumistas e que o verdadeiro sentido do Natal acaba se perdendo. Não há lugar para a essência do Natal!


Precisamos celebrar o NATAL dignamente, lembrando quem é que nasceu em Belém, como Ele nasceu e porque.


Jesus veio para tirar os pecados (1 João 3.5); para destruir as obras do diabo (1 João 3.8); para que nós pudéssemos ter vida por meio dele (1 João 4.9); e para ser o Salvador do mundo (1 João 4.14).

Jesus veio na mais profunda humilhação – Senhor que se fez servo! Jesus é o Verbo Eterno, o Filho de Deus que se fez homem. “Ele tinha a natureza de Deus, mas não tentou ficar igual a Deus. Pelo contrário, ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se igual aos seres humanos. E, vivendo a vida comum de um ser humano, ele foi humilde e obedeceu a Deus até a morte – morte de cruz. Por isso Deus deu a Jesus a mais alta honra e pôs nele o nome que é o mais importante de todos os nomes, para que, em homenagem ao nome de Jesus, todas as criaturas no céu, na terra e no mundo dos mortos caiam de joelhos e declarem abertamente que Jesus cristo é o Senhor, para a glória de Deus, o Pai” (Filipenses 2.6-11).


Vamos celebrar o NATAL dignamente:

· Olhando para Deus com fé e gratidão – Não poderíamos jamais imaginar receber um presente assim tão maravilhoso.

· Olhando para nós mesmos e reconhecendo a nossa insignificância e fragilidade. Aprendamos a ser humildes como Jesus.


· Olhando para os outros ao nosso redor com amor e consideração, promovendo a reconciliação e o perdão.


· Olhando o mundo perdido e que sofre por não conhecer Quem, Como e Porque Jesus nasceu em Belém, e movidos de compaixão possamos levar a boa nova da salvação com muito mais empenho.

Quem mais gosta da festa do Natal são as crianças. Vamos neste final de 2008 refazer os nossos compromissos diante do SENHOR, de fazer com muito mais amor e dedicação a obra para a qual ele nos chamou – a evangelização das crianças!


Sendo assim – F E L I Z N A T A L !

NÃO HAVIA LUGAR (Lucas 2:7)

Pra Jesus não havia lugar

Naquele dia e ocasião.

E, em toda história, dizem não,

Ao Autor de toda Criação.


Com o egoísmo a reinar,

O homem quer satisfação

No que é vazio e ilusão,

Que lhe corrói o coração.

Só haverá transformação

Mudando o modo de pensar;

Quem em Cristo, passa a confiar,

Dá a Ele o primeiro lugar.


Jesus então no coração,

Não dá para se comparar

Com o que o mundo possa dar;

É um novo rumo pra trilhar.

Minha alma, eu sei, é um lugar,

Que abriga afetos e paixões...

E força pra realizações...

E idéias e imaginações...


Precisa então se dilatar

E abrigar a imensidão...

Como também, em contração,

Diminuir, ser qual um anão.

Com a força do meu coração,

A Cristo eu quero convidar

Para que em mim venha se hospedar,

E, muito mais, se instalar!


Sua presença é a dimensão

De um andar para lhe agradar.

Viver sempre para amar.

Cumprir Seu plano singular.

Gilberto Celeti

www.gilbertoceleti.com

Nenhum comentário: