segunda-feira, 30 de março de 2009

NÃO TE ESQUEÇAS - 1


Quantas vezes há na alma o esquecimento
Das tuas bondades, Deus, tão abundantes;
E desaparece o reconhecimento
Que o Senhor cuida de mim a cada instante.

Quantas vezes surge o triste sentimento
De que tudo eu consigo a meu talante,
E que é somente por merecimento
Que eu sou agraciado com bastante.

Como é dura a falta de agradecimento,
E que chega mesmo até a ser revoltante
É por isso, ó Deus, que em arrependimento,

Eu confesso: tenho sido ignorante
E ingrato, por não ter discernimento
Das Tuas bênçãos sobre mim, cada momento.

Gilberto Celeti

"Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios" (Salmo 103.2).

Nenhum comentário: