sábado, 25 de abril de 2009

DEIXAR APÓS SI UMA BÊNÇÃO

Cada dia é mais um passo na jornada,
E passamos por lugares e pessoas,
E fazemos coisas más e coisas boas,
E a passagem nossa fica assinalada

Não apenas pelo jeito que fazemos,
Mas também nossa atitude e o que somos;
A maneira como nós nos comportamos
Mostrará se o bem ou o mal nós promovemos.

Uma bênção lá pra traz nós deixaremos?
Ó Senhor, que grandioso desafio:
Que vivamos sem jamais ter um desvio.

É do Teu Espírito que nos enchemos,
Pra que a nossa vida aqui produza fruto
E que mova os homens a dar-te tributo.

Gilberto Celeti

“Quem sabe se não se voltará, e se arrependerá, e deixará após si uma bênção, uma oferta de manjares e libação para o Senhor, vosso Deus”? (Joel 2.14).

Um comentário:

prazer de ler disse...

Muito bonito o soneto. Israel Belo de Azevedo