terça-feira, 30 de junho de 2009

SACODE A COBRA

Foi quando a serpente asquerosa
Prendeu-se à sua mão, tão furiosa,
Podendo até matá-lo com o veneno,
Que o servo do Senhor ficou sereno;

Lançou no fogo a cobra, bem depressa.
Jesus já tinha feito uma promessa:
“Nem cobra, nem veneno, farão dano,
Aos que me seguem e cumprem o meu plano!”

Palavras há que são acusadoras,
Que são de fato envenenadoras,
São setas mui malignas lançadas,
Pra ver as nossas mãos paralisadas.

Só no Senhor Eterno nos firmamos,
E ao diabo sempre resistamos,
Que o seu veneno não seja injetado,
Andemos com Jesus, purificados.

Gilberto Celeti

“Mas Paulo sacudiu a cobra para dentro do fogo e não sentiu nada” (Atos 28.5).

segunda-feira, 29 de junho de 2009

MENSAGEM DA SEMANA - ENTRETENIMENTO - 1ª Parte


Aqueles poucos alunos da classe de primários eram barulhentos e irrequietos. Falavam “pelos cotovelos”. Interrompiam a aula. Conhecendo-os bem, a jovem professora desafiou-os, naquela manhã de domingo, a ficarem quietinhos, ouvindo a história bíblica com bastante atenção, para saberem responder as perguntas do concurso bíblico que ela faria logo após. Que maravilha! Todos estavam em silêncio ouvindo a emocionante história de José, quando de repente... Zezinho, de nove anos, levantou sua mão.

A professora admirou-se. Zezinho costumava interromper a aula, fazendo comentários ou perguntas sobre assuntos totalmente estranhos ao tema da aula. Apesar de seus pais serem líderes na igreja, o comportamento do garoto demonstrava que ele era uma criança habituada a vir dominicalmente à Escola Dominical, mas que, em casa, não recebia a disciplina necessária e muito menos qualquer ensino espiritual. Mas, neste dia, ele não havia interrompido a aula, porém levantado a mão para pedir a palavra! Acho que posso considerar isso como um progresso, pensou a professora.

— O que você quer perguntar, Zezinho?
— Tia Marta, você viu o último capítulo da novela? Eles mataram o...
E ele prosseguiu, comentando sobre o que havia acontecido com cada personagem na minissérie da televisão.
— Ela “virou” uma onça, você viu?...

Tentando não deixar que a conversa se estendesse, a professora pôs fim aos comentários e procurou terminar sua aula. Mas estava preocupada com o Zezinho. E com razão.

O comportamento do Zezinho e os assuntos sobre os quais ele costumava conversar denunciavam a completa falta de sabedoria de seus pais no trato com ele. A jovem professora ficava aflita, sem, contudo saber o que fazer. Não poderia dar conselhos aos pais do menino, pois tinham idade para serem pais dela. Além disso, ela era solteira. E eles eram líderes. Como poderia ela atrever-se a criticar ou ensinar seus líderes? Por outro lado, ela pensava:

— Como podem esses pais crentes permitir que uma criança assista a programas de TV com o conteúdo daquela minissérie? E naquele horário? E, pior, num sábado à noite, sabendo que no domingo pela manhã aquelas imagens ainda estarão em sua mente quando ele vier à Escola Dominical?

Marta, a professora do Zezinho, não é a única a enfrentar esse tipo de problema. E os pais do Zezinho não são os únicos que demonstram falta de sabedoria em disciplinar corretamente seus filhos.

Um aspecto difícil para os pais de hoje e que, consequentemente, causa problemas para os professores diz respeito ao tipo de entretenimento que se oferece à criança.

A televisão, que é um símbolo de entretenimento, invadiu os lares e influencia a nova geração de maneira quase que total. Ela é que está cuidando das nossas crianças e adolescentes.

A atitude dos pais tem sido de absoluta negligência quanto a questionar os assuntos e os valores transmitidos nas propagandas, nas notícias, nos filmes, nos programas humorísticos, nos desenhos, nas novelas e nos musicais. Há falta de uma análise crítica.

O entretenimento hoje, especialmente através da mídia eletrônica, traz para dentro dos lares a corrupção moral, a pornografia, a mentira, a injustiça, a falsidade, a violência. Há estatísticas que apontam para o fato de que as crianças e adolescentes passam horas demais assistindo a maldades, homicídios, roubos, mentiras, atos sexuais e toda sorte de perversidades, tudo isto sob o rótulo de entretenimento.

O que os pais cristãos devem fazer? Quanto tempo devem permitir que seus filhos assistam de televisão? Quais brinquedos e outros itens deveriam comprar para o entretenimento de seus filhos?

Quando pensamos na televisão, no computador, na internet, nos CDs, nos aparelhos eletrônicos ou nos video games, é preciso lembrar que todos estes aparelhos de alguma forma irão afetar as crianças, influenciando-as. As ênfases exageradas de nossa época, na violência e no sexo são resultado, sem nenhuma dúvida, do tempo excessivo de permanência diante das telas, e as crianças e adolescentes não são ensinados a condenar e recriminar o tipo de programação que apresentam estes temas.

Nesta época de comunicação visual, com bombardeio diário de sons e imagens, as famílias não cultivam tempo juntas em que possam conversar compartilhar suas experiências, seus anseios, seus medos, suas dificuldades, suas alegrias; não estão juntas nem para uma refeição, quando se pode passar para os filhos informações sobre as crenças, os valores, as expectativas, e até as necessidades de familiares e amigos, o que contribui tanto para a formação do caráter.

Uma criança que tem sido criada nesta era da comunicação visual eletrônica acaba sendo afetada de várias maneiras. Pode ter dificuldade para concentrar-se numa tarefa, na leitura de um livro, na melhor utilização do seu tempo em alguma atividade útil, no relacionamento com outras pessoas e no aprendizado na escola, quando a comunicação é feita de forma verbal.

Qual seria o melhor presente que os pais poderiam dar aos seus filhos? Entupi-los com toda forma de aparelhagem eletrônica? Será que ainda é possível ir contra a maré e proporcionar aos filhos um ambiente onde a família pode conversar, pode passear, pode fazer um piquenique ao ar livre, pode jogar, pode brincar, pode cantar, pode ler, enfim, fazer alguma coisa que não seja assistir televisão, ou ficar diante de um computador?

A maior responsabilidade dos pais é passar para os seus filhos instrução e ensino a respeito do Senhor, do Seu poder e das Suas maravilhas, conforme lemos no Salmo 78:4. Mas é exatamente esta tarefa que os pais vêm negligenciando de maneira vergonhosa, a ponto de seus filhos não conhecerem praticamente nada da Palavra de Deus.


Continua na próxima segunda-feira (dia 6 de julho)

ESTAR EM CRISTO É O SEGREDO

Há um meio só de ser fortalecido:
É estar com Cristo totalmente unido.
Ele derrotou, na cruz, o inimigo,
Suportando ali a ira e o castigo,

Pra que fosse o homem, escravo do pecado,
Das mãos do diabo solto, resgatado.
Todo que se achega a Cristo, arrependido,
E com fé O recebe, é um renascido;

Cristo foi na cruz o seu substituto,
Deu-lhe a salvação de modo absoluto;
E com Cristo estando identificado,
Não somente está por Ele amparado,

Mas dele recebe a força e o poder,
Para andar na luz e todo o mal vencer.
O estar em Cristo é sempre o segredo,
Pra enfrentar toda situação, sem medo;

E não importa quanto é duro o combate,
Quem está em Cristo nunca se abate.
Pois não é em si mesmo que ele confia,
Cristo é para si força e sabedoria!

Gilberto Celeti

“Para terminar: tornem-se cada vez mais fortes, vivendo unidos com o Senhor e recebendo a força do seu grande poder” (Efésios 6.10).

domingo, 28 de junho de 2009

CONTRA QUEM LUTAMOS?


É necessário compreender

Com quem de fato é nossa luta,

Pra nunca se desguarnecer,

Ou dar espaço na disputa.

 

São principados poderosos,

São potestades da maldade,

São seres tão abominosos,

Que detêm grande autoridade.

 

São tantas as mundividências,

São incontáves religiões,

Inumeráveis influências,

Que exercem vis dominações.

 

Eles mantêm completamente

O mundo de hoje no escuro,

E lutam implacavelmente,

Contra o que é vero, justo e puro.

 

O diabo forma armadilhas,

Usa de grande esperteza,

Sua estratégia é de guerrilha,

Mas em Jesus temos firmeza.

 

Por isto conscientemente,

Vistamos toda a armadura,

Que Deus concede, e bem valentes,

Lutemos com toda bravura.

 

Gilberto Celeti

 

“Pois nós não estamos lutando contra seres humanos, mas contra as forças espirituais do mal que vivem nas alturas, isto é, os governos, as autoridades e os poderes que dominam completamente este mundo de escuridão” (Efésios 6.12).

sábado, 27 de junho de 2009

DEIXANDO NOVENTA E NOVE

Um rebanho de cem ovelhas formado
Bem que exige do pastor garra e destreza,
Tem que estar completamente dedicado,
Conduzindo com amor e com firmeza.

E se uma deixa o grupo e se extravia,
Não irá o bom pastor à sua procura,
Pelos montes e desertos noite e dia,
Para tê-la a salvo e também segura?

As noventa e nove são grande problema,
Pois precisam ser deixadas no momento,
Não dá tempo de montar nenhum esquema,
Tem que agir de imediato, não ser lento.

E a procura é intensa e persistente,
Pois a ovelha não pode ficar perdida;
O pastor, por fim, grita de tão contente,
Encontrou a que buscava e está com vida.

"Venham todos, venham se alegrar comigo!"
É o convite chamando os seus vizinhos,
"Minha ovelha está a salvo do perigo,
Ela agora vai andar no bom caminho!"

Gilberto Celeti

"Se algum de vocês tem cem ovelhas e perde uma, por acaso não vai procurá-la? Assim, deixa no campo as outras noventa e nove e vai procurar a ovelha perdida até achá-la" (Lucas 15.4).

sexta-feira, 26 de junho de 2009

SEMPRE AVANTE

Na carreira que já está pra nós marcada
Vamos prosseguir avante, sem parada,
E corramos firmes e perseverantes,
Sem esmorecer jamais um só instante.

E os pesos que nos deixam mais cansados
Tem que ser devidamente eliminados
E tiremos o pecado que atrapalha
Lá na frente, há vitória, há medalha.

Se há muitos na corrida já caídos,
Se há muitos que estão desanimados,
Ao apelo pra parar não dê ouvidos,

Firma os olhos em Jesus, segue confiado,
Ele já correu por nós todo o caminho,
Como é bom saber que não vamos sozinhos.

Gilberto Celeti

“Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança ,a carreira que nos está proposta” (Hebreus 12.1).

quinta-feira, 25 de junho de 2009

O TEU MODO DE FALAR TE DENUNCIA

Quando um crente está onde não deve estar,
Não somente a sua vida está em perigo,
Como põe em risco ali os seus amigos.

Veja Jonas, no navio, e até dormindo,
Quando sobreveio grande tempestade,
Pois fugia ele de Deus e Sua vontade.

Veja Pedro, na fogueira se aquecendo,
E negando a Cristo vergonhosamente,
E depois, chorando tão amargamente.

Há, no entanto algo para ser notado:
Eram homens dos demais bem diferentes,
Não podiam esconder que eram crentes.

Veja em Jonas a firmeza e a segurança,
A postura de quem sabe a verdade,
Que tranqüilo encara a fúria e a tempestade.

Veja Pedro, claramente revelado,
Mesmo quando se acovarda sua bravura,
Por seu modo de falar e sua postura.

É preciso sempre ter o entendimento,
Que pro ímpio é muito alto o padrão,
De como deve viver quem é cristão.

Oh! Andemos bem no centro da vontade
Do Senhor, fazendo sempre o que lhe agrada,
Com a fé na Sua palavra arraigada.

E quem dera ouvir um dia este elogio:
“O teu modo de falar te denuncia”!
Não negando, mas com Cristo em harmonia.

Gilberto Celeti

“Pouco depois, os que estavam ali chegaram perto de Pedro e disseram: O seu modo de falar mostra que, de fato, você também é um deles” (Mateus 26.73).

quarta-feira, 24 de junho de 2009

TRABALHAR ENQUANTO É DIA


Suave, de modo imperceptível,
O dia vai-se embora, a noite chega...
O “que fazer” se acalma, se assossega,
Fazer certas tarefas é impossível.

Acaba toda luz e claridade,
A sombra se estende em todo mundo,
E vai chegando sono tão profundo,
Que fecha os olhos da humanidade.

Oh! Vamos trabalhar enquanto é dia,
De Deus, há uma mensagem a proclamar.
Só Cristo tem poder para salvar
A quem nEle se firma e confia.

O dia da Tua graça, ó Deus estica,
E os salvos por Jesus, ó multiplica!

Gilberto Celeti

“Precisamos trabalhar enquanto é dia, para fazer as obras daquele que me enviou. Pois está chegando a noite, quando ninguém pode trabalhar” (João 9.4).

terça-feira, 23 de junho de 2009

INSTRUÇÕES DO PARACLETO


Teu plano é singular e tão completo,
Tu ages como um grande arquiteto,
E nada escondes nada é secreto.
Que bênção ser da graça, objeto.

De Ti, ó Pai, desfruto imenso afeto,
O sangue de Teu Filho me fez reto,
Revela Tua verdade o Paracleto,
Pra ouvir a Tua voz eu fico quieto.

Estás, ó Deus, em mim, como estás perto.
Da Tua unção eu quero ser repleto,
E conhecer aos poucos Teu decreto.
Não há, na Tua palavra, nada incerto.

Gilberto Celeti

"Porém, quando o Espírito da verdade vier, ele ensinará toda a verdade a vocês. O Espírito não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que ouviu e anunciará a vocês as coisas que estão para acontecer" (João 16.13).

segunda-feira, 22 de junho de 2009

MENSAGEM DA SEMANA - QUANDO EU ERA MENINO ACREDITAVA EM DEUS



Recentemente, estava ouvindo rádio enquanto dirigia, sem no entanto prestar muita atenção. Subitamente, uma frase dita pelo locutor, durante um comentário, chamou minha atenção:

“Quando eu era menino, acreditava em Deus; quando me tornei jovem, acreditava no marxismo; agora que sou adulto, só acredito na megasena.”

Não sei exatamente em que contexto as palavras foram proferidas. Não me recordo qual era o assunto que se abordava naquele momento. Mas estas palavras continuam soando em minha mente. Também não sei a idade da pessoa que assim se expressou, mas bem pode ser que, ao chegar à velhice, venha a dizer: “agora que sou velho, não acredito em mais nada.”

As palavras daquele comentário encerram grandes verdades, relacionadas às fases da existência de uma pessoa:
1) a fase infantil.
2) a fase da juventude.
3) a fase adulta.

A fase adulta, como bem expressou o radialista, é marcada pelo interesse em ganhar dinheiro (muito dinheiro!), possuir bens, ser próspero e ficar bem na vida: “só acredito em megasena.”

O estilo de vida, que reflete exatamente esta crença, é partilhado por muitos que acabam amargurados, solitários, infelizes e decepcionados. As loterias, os sorteios, as megasenas, e até as religiões da prosperidade fácil não os contemplam com a chamada “sorte”. Suas famílias crescem desestruturadas, uma vez que eles, muitas vezes, não têm tempo para o cônjuge nem para os filhos. O interesse na eternidade é totalmente sufocado pelo desejo de desfrutar dos bens e dos prazeres passageiros e imediatos.

Já a fase da juventude é caracterizada pelo estilo contestador, de não conformismo com a injustiça, com a miséria, com as desigualdades, com a mentira e com a corrupção.

Quem foi jovem há algumas décadas, talvez se identifique com a afirmação: “Quando me tornei jovem, acreditava no marxismo”. De fato, muitos que são adultos hoje podem dizer que, quando mais jovens, eram cheios de idealismo e dispostos a lutar por uma causa.

Os jovens de hoje, assim como os de ontem, revelam, por meio de suas roupas, seus cabelos, suas músicas e suas ações, seu não-conformismo, sua preferência por romper padrões. No entanto, observamos uma triste realidade na vida de grande parte da juventude atual, que é a falta de idealismo, o desinteresse em se arriscar para tentar fazer alguma diferença. Este é um sintoma assustador de uma sociedade decadente. O que, comumente, se espera é ver o jovem vibrando por um ideal.

A APEC desenvolve o Projeto JUCA, com a finalidade de despertar os adolescentes e jovens para o ideal missionário, envolvendo-os na tarefa da evangelização das crianças, especialmente em temporadas de Acampamento e em Projetos Ministeriais. JUCA significa “Juventude Cristã em Ação”.

A fase infantil é, sem dúvida, a mais apropriada para o ensino sobre Deus, Sua Palavra, Sua vontade, Seu poder e Seus maravilhosos feitos. Nesta época da vida, há uma predisposição para as coisas de Deus e para as realidades espirituais.

“Quando eu era menino, acreditava em Deus”, disse aquele homem ao microfone. Que maravilhoso seria se alguém lhe tivesse falado do Evangelho da salvação quando ele era criança e ainda podia crer!

A melhor idade para se investir na formação espiritual de uma pessoa é na infância. Porém, o inimigo de Deus procura atrapalhar a evangelização das crianças, a fim de que uma geração inteira não conheça o Senhor Jesus. Podemos identificar que os ataques do inimigo atingem as crianças de duas maneiras distintas:

1) Diretamente – com o desenvolvimento de estratégias para captar esta busca de Deus e transferir para a busca de realidades espirituais espúrias e diabólicas. O inimigo de Deus lança mão dos meios de comunicação e entretenimento de uma maneira espetacular: filmes, desenhos animados (na TV aberta e canais a cabo), video games, internet, revistas, livros, brinquedos e jogos diversos.

Um dos fenômenos mais impressionantes é ver os livros da série Harry Potter, figurando na lista dos mais vendidos por semanas e meses a fio. As crianças de hoje anseiam por conhecer a Deus, mas estão tão ocupadas se divertindo que não têm tempo de buscá-lO.

2) Indiretamente – tirando completamente, de líderes e educadores cristãos e até de crentes em geral, a visão da importância da evangelização das crianças. Para estas pessoas, a evangelização das crianças está sempre em segundo plano. Uma vez que não têm visão, não há investimento em preparo de professores, material ou salas apropriadas para que as crianças conheçam a salvação em Cristo Jesus.

Um fato ainda mais surpreendente é que alguns destes chamados “educadores” são, inclusive, totalmente contrários a evangelização das crianças. Para eles, a criança tem de ser livre para fazer suas opções (não há nada mais “deseducador”!) e não pode ser ensinada, ou sequer ouvir a respeito de certas verdades bíblicas tais como pecado, salvação, cruz ou céu. Dizem que estas verdades as prejudicarão.

Penso que as pessoas que fazem afirmações deste tipo já chegaram mesmo na fase da velhice: “agora que sou velho, não acredito em mais nada.”

Você não pode ignorar o que a Bíblia diz.

“... contaremos à vindoura geração os louvores do Senhor e o seu poder e as maravilhas que fez... para que pusessem em Deus a sua confiança, e não se esquecessem dos feitos de Deus, mas lhe observassem os mandamentos; e que não fossem como seus pais, geração obstinada e rebelde, geração de coração inconstante, e cujo espírito não foi fiel a Deus” (Salmo 78:4, 7, 8).

“E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor” (Efésios 6:4).

“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e ainda quando for velho não se desviará dele” (Provérbios 22:6).

Como será que tais pessoas encaram estes versículos? Uma coisa é certa: A melhor idade para se evangelizar uma pessoa é na infância. Não se deixe enganar por ninguém. Nem mesmo pelo pastor ou líder de sua igreja ou denominação religiosa.

Não perca tempo! Aproveite a idade em que as crianças estão abertas para Deus e mostre-lhes a Pessoa de Deus, Seu Poder, Sua Criação, Seu Amor, Sua Santidade, Seus Planos, Seus Nomes que tanto ensino podem nos trazer. A criança precisa conhecer mais de Deus! (Atos 4:12.)

Mostre-lhe o problema do pecado que está dentro de cada um de nós, herança que trazemos por nascimento, sendo todos nós da raça adâmica. Só um nasceu isento do pecado – JESUS, nascido, sim, de mulher, mas gerado pelo Espírito Santo de Deus, o perfeito Filho de Deus (Salmo 51:5).

Mostre-lhe a solução de Deus para o problema do pecado – a CRUZ do Calvário. Não tenha receio, nem vergonha, nem preconceito para falar sobre a morte de Jesus e o Seu sangue derramado, que nos purifica de todo o pecado (1 Coríntios 15:3,4; 1 João 1:7).

Mostre-lhe a vitória da ressurreição. Jesus venceu a morte, tirou o pecado e destruiu as obras de Satanás. Ele está vivo e pode salvar completamente todo o que nEle simplesmente crê (Hebreus 7:25).

Mostre-lhe a preciosa Palavra de Deus, sabendo que esta Palavra jamais volta vazia. Dê oportunidade para que a criança possa receber a Cristo como Seu único e suficiente Salvador (João 1:12).

Independente da idade, temos a convicção que somente o Espírito Santo pode convencer do pecado, da justiça e do juízo, e fazer a obra no coração do pecador para que este receba a Cristo, unicamente pela graça mediante a fé (Efésios 2:8). O que observamos, porém, é que esta obra acontece com uma freqüência incomparavelmente maior na vida de crianças e dos que estão na primeira fase da adolescência, na faixa etária dos 4 aos 14 anos.

A APEC – Aliança Pró Evangelização das Crianças – é a maior missão mundial da JANELA 4 X 14, com a finalidade específica de conduzir as crianças à salvação em Cristo, discipulá-las e encaminhá-las para igrejas reconhecidamente evangélicas.

Venha para a APEC também, venha investir na obra missionária da JANELA 4 X 14. Faça aliança conosco. Vamos juntos alcançar as crianças para Cristo, antes que seja tarde demais.

ESPERANÇA NA PROMESSA

Quando a alma duras provas atravessa,
E a peleja gera grande entrevero,
E a situação conduz ao desespero,
Eu me apoio unicamente em tua promessa.

Tua promessa é que me anima e me dá vida,
Tua promessa gera na alma a esperança,
E renova, com poder, a confiança,
E provê na escuridão uma saída.

Não se trata simplesmente de otimismo,
Ou de tudo olhar de modo positivo,
Mas de andar com o Senhor, Salvador vivo,
Tendo com Ele o mais profundo sinergismo.

E nas provas surge então a alegria,
Pois produzem estas provas paciência,
Que conduzem a uma forte persistência,
Seu amor me satisfaz, Ele me guia.

Gilberto Celeti

"Lembra da promessa que fizeste a mim, esse teu servo, a promessa que tem sido a minha esperança" (Salmo 119.49).

domingo, 21 de junho de 2009

CRISTO NO CENTRO


Interessante observar a auto estima
Na busca do que é vantajoso e agradável;
O amor próprio e sua exigência é que domina
Querendo andar por um caminho confortável.

Mas vejam bem o que é que Cristo nos ensina,
Ao suportar ofensa e ser caluniável;
Não fica bem aqui na vida peregrina
Julgar-se sempre a si mesmo, elogiável.

Se eu desejo atenção, ficar no centro,
Só vou gerar onde estiver dificuldade;
Mas se em ser como Jesus eu me concentro,

Os outros é que são pra mim prioridade.
Viver pro os outros, não pra si, traz harmonia,
Produz o fruto de amor, paz e alegria!

Gilberto Celeti

"Pois nem o próprio Cristo procurou agradar-se a si mesmo; pelo contrário, como dizem as Escrituras Sagradas: As ofensas daqueles que te insultaram cairam sobre mim" (Romanos 15.3).

sexta-feira, 19 de junho de 2009

O HOLOFOTE



Sua missão é singular,
Nunca de si mesmo falar
Somente a Cristo exaltar,
Ele é o Espírito que é Santo!


Ele a Cristo comunica,
Desperta a alma, vivifica,
É sua ação que santifica,
E põe nos lábios novo canto.


É ele como um holofote,
Que toda luz lança em Cristo,
Nunca Ele quer ser mesmo visto.


Que atrás da cruz, bem escondido,
Não seja eu, mas Ele ouvido,
Seu testemunho é que é forte!


Gilberto Celeti


"Porém, quando o Espírito da verdade vier, ele ensinará toda a verdade a vocês. O Espírito não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que ouviu e anunciará a vocês as coisas que estão para acontecer" (João 16.13).

terça-feira, 16 de junho de 2009

EFATÁ


Levaram um homem surdo mudo a Jesus Cristo
Pedindo ao Mestre que fizesse apenas isto:
Curasse o homem colocando nele a mão.
Jesus o tira do meio da multidão,

E trata com ele de modo particular,
Não quer nada fazer de espetacular,
Na língua do homem toca com sua saliva,
E com poder e graça esta língua ativa.

E num suspiro tão profundo, comovido,
Uma palavra, disse claro, ao seu ouvido,
Foi: Efatá, que quer dizer: Abra-se agora,
E o surdo ouviu Jesus ali, naquela hora.

E começou falar sem ter dificuldade
A sua língua estava assim em liberdade.
Os que estavam ali muito se admiraram
Pois algo assim jamais, nunca presenciaram.

Venha Senhor dizer-me agora: Efatá!
Pra que eu possa a tua voz bem escutar.
Escuto bem, mas pra tua voz sou como surdo.
E quando é pra falar de ti eu fico mudo.

Que seja a minha língua apenas um canal
Pra mostrar a verdade, o bem, e nunca o mal.
Que pelo teu Espírito eu seja ungido,
No coração, na língua e no meu ouvido.

Gilberto Celeti

“E logo se abriram os seus ouvidos, e a prisão da língua se desfez, e falava perfeitamente” (Marcos 7.35).

segunda-feira, 15 de junho de 2009

MENSAGEM DA SEMANA - EVANGELIZE HOJE O HOMEM DE AMANHÃ


l. AS CRIANÇAS DE HOJE – QUE TIPO DE HOMENS SERÃO AMANHÃ?

Como será o homem de amanhã?
Antes de olhar para o futuro e fazer conjecturas sobre como serão e como viverão os homens amanhã, deveríamos olhar para o agora, e verificar como são e como vivem as crianças de hoje.
Hoje, infelizmente, está difícil olhar para as crianças e observar a inocência, a pureza, a ingenuidade, a beleza, o sorriso, as brincadeiras, as cantigas, a felicidade na escola, no lar e a própria esperança.
Hoje, milhões de crianças desamparadas nos colocam diante de um monstruoso quadro de dor, de lágrimas, de tristeza, de fome, de exploração, de abandono, de engano, de frustração, de miséria, de abuso sexual, de droga, de promiscuidade, de delinqüência, de crime, de analfabetismo, de violência, de suicídio, de morte e de desesperança. Crianças perdidas!
Outras, embora de condição social bem elevada, são mantidas o dia todo fora de casa, em colégios e em aulas de música, de ginástica, de inglês, de judô, etc. Quando estão na rua, estão dentro de um automóvel e, quando em casa, estão diante de um computador.
Outras ainda, que raramente vêem seus pais, pois ambos trabalham fora, passam a maior parte do tempo diante da televisão e se alimentam de espetáculos de violência, de intrigas, de cenas sexuais.
Diante deste quadro, perguntamos: “O que virá a ser, pois, este menino?” (Lc 1:66).
Existem milhões de crianças sem Cristo. O que acontecerá amanhã com o menino de rua? Com o menino da vila? Com aquele cujos pais se separaram? Com o menino do asilo ou casas de internos? Com as crianças que são deficientes? O que acontecerá amanhã com o menino que convive com as guerras e rumores de guerras que acontecem em todos os continentes? Quantas crianças cujas famílias desapareceram, ou que estão em campos de refugiados, ou que procuram no lixo algo para comer.
Que tipo de homens estas crianças serão amanhã?

2. OS HOMENS DE HOJE – COMO FORAM NO TEMPO DA INFÂNCIA?

Veja logo abaixo a idade em que as pessoas recebem a Cristo como seu Salvador pessoal, conforme registrado no “Hand Book on Children’s Evangelism” de Lionel Hunt, publicado pela Moody Press. Os números desta pesquisa demonstram, de maneira inequívoca, qual a melhor idade para a evangelização e a conversão.
COM QUE IDADE SE RECEBE A CRISTO?
Antes dos 5 anos - 1%
Dos 5 aos 15 anos - 85%
Dos 15 aos 30 anos - 10
Após os 30 anos - 4
As crianças são importantes para Deus. Elas têm uma alma imortal e uma vida inteira pela frente. Elas ouvem e atendem à mensagem do Evangelho mais prontamente do que qualquer outro grupo de pessoas.
Outras pesquisas comprovam o fato de que se uma pessoa não receber a Cristo quando criança, dificilmente o fará na idade adulta:
Georg W. Truet, ao entrevistar 1.200 crentes, constatou que 96% deles recebeu a Cristo antes dos 21 anos.
A Divisão de Pesquisa de Educação Cristã de uma grande editora evangélica nos Estados Unidos entrevistou 1.417 professores de 116 igrejas e constatou que a grande maioria das decisões por Cristo ocorrem nas classes de crianças.
Considerando que os crentes são a luz do mundo e o sal da terra, e uma bênção para toda a sociedade, e que pelo menos 85% deles se tornaram crentes antes dos 15 anos de idade, chegaremos à conclusão de que, se quisermos ter um mundo melhor amanhã, devemos evangelizar com mais intensidade e sabedoria as crianças de hoje.
Os homens incrédulos de hoje, em sua grande maioria, não ouviram de Cristo na infância.
Pensemos em alguns homens famosos da história recente. Você certamente já ouviu falar de Hitler, Stalin, Mao Tse-Tung e Billy Graham. Por causa das decisões que Hitler tomou, morreram 55 milhões de pessoas na Europa. Por causa das decisões de Stalin, morreram 30 milhões de pessoas na Rússia. Por causa das decisões de Mao Tse-Tung, morreram 25 milhões de pessoas na China. Por intermédio do ministério de Billy Graham, muitos milhares de pessoas vieram a Cristo em todo o mundo.
Billy Graham, o maior evangelista de todos os tempos, recebeu a Cristo como seu Salvador quando ainda era criança. A História teria sido muito diferente se Hitler, Stalin ou Mao Tse-Tung, tivessem sido levados a ter uma relação pessoal com Jesus Cristo na infância.

3. EVANGELIZE HOJE O HOMEM DE AMANHÃ

Muitos líderes evangélicos têm asseverado que o evangelismo de crianças é frutífero.
D. L. Moody disse: “Eu creio que, se as crianças têm idade suficiente para vir à Escola Dominical, elas têm idade suficiente para vir ao Calvário. Vamos abrir nossas mentes e que Deus nos ajude a ganhar as crianças para Cristo.”
C. H. Spurgeon afirmou: “Geralmente tenho encontrado um conhecimento mais claro do Evangelho e um amor mais fervoroso a Cristo na criança convertida do que no adulto convertido. Elas não precisam abandonar a incredulidade e as noções erradas que impedem tantos de aceitar o Evangelho”. E ainda acrescentou: “Uma criança de cinco anos, devidamente instruída, pode verdadeiramente crer e ser regenerada tanto quanto um adulto.”
Pr. Artur Gonçalves escreveu: “As maiores vítimas dos males da nossa sociedade estão sendo as crianças. É das crianças que vêm os mais angustiantes apelos. Para construirmos um mundo melhor, concentremos nossos esforços nas crianças. Para expandirmos o reino de Deus, demos prioridade à evangelização das crianças.”
Durante o 2º Congresso Nacional da APEC da Argentina, o Pr. Samuel Libert, um dos oradores, assim se expressou: “As crianças são as mensagens viventes que mandaremos para uma época futura, na qual não estaremos.”
Que tipo de mensagens enviaremos para o próximo milênio? Será que as crianças que alcançamos hoje para Cristo serão os homens que amanhã anunciarão o precioso Evangelho às futuras gerações?
Que mensagens vivas estamos enviando? Serão mensagens de ódio ou de amor? Da mentira ou da verdade? De pecado ou de santidade?
Evangelizemos já o homem de amanhã!

4. ABRINDO PORTAS PARA A EVANGELIZAÇÃO DAS CRIANÇAS

Abra primeiro a porta do seu próprio coração. Por que seu coração é fechado para o ministério entre as crianças? Por que toda esta resistência à evangelização dos pequeninos? Por que toda esta indiferença quanto a influenciar a criança com a memorização das Escrituras?
Vamos abrir um espaço em nossa vida para alcançar as crianças para Cristo, sem barreiras e nem oposição.

Abra depois a porta de sua própria casa. Por que não abrir a porta do seu lar para que as crianças da sua vizinhança possam vir a ser instruídas pela Palavra de Deus?
Por que não abrir a porta do seu lar para a realização da Classe de Cinco Dias na época das férias? Este ministério, através de seu programa dinâmico que inclui cânticos, memorização de versículos, brincadeiras, história missionária e lição bíblica, visa dar oportunidade às crianças para receberem a Cristo. Por que não abrir a porta de seu lar para a realização da Classe de Boas Novas, durante uma hora por semana, para dar crescimento espiritual às crianças?

Abra também a porta de sua igreja. Por que não investir mais no treinamento dos professores e líderes do Departamento Infantil? No melhor material didático? Na realização de múltiplos ministérios como Escolas Bíblicas de Férias, Campanhas Evangelísticas, etc.
Uma igreja de portas abertas para as crianças certamente irá crescer!

5. DEPENDE DE QUEM?

Um menino, de seis anos idade, foi interrogado:
— O que você vai ser quando crescer?
A resposta foi dada com toda a tranqüilidade:
— Bandido... ou missionário.
— O quê?! — exclamou admirado o adulto. — Como assim?
— Depende de quem me ganhar primeiro — completou rapidamente o garoto.
Realmente, depende de quem ganhá-lo primeiro!
É urgente e prioritário alcançar as crianças com a mensagem do Evangelho. Não há tempo a perder. Se negligenciarmos a criança, uma geração inteira se perderá. Depende de cada um de nós.
Alcancemos as crianças com a Palavra de Deus. Evangelizemos hoje o homem de amanhã! Lembremos das palavras do Senhor Jesus Cristo: “Assim, pois, não é da vontade de vosso Pai celeste que um só destes pequeninos se perca” (Mateus 18:14).

6. EVANGELIZE A FUTURA GERAÇÃO

Tome como divisa as palavras do Senhor Jesus Cristo que estão registradas em Mateus 18:5 – “E quem receber uma criança, tal como esta, em meu nome, a mim me recebe.” e como tema a frase: ABRINDO A PORTA ÀS CRIANÇAS, lançando-se assim ao desafio de alcançar as crianças em todo o Brasil.
Você pode realizar, por exemplo, CLUBES DE CINCO DIAS, cujo principal objetivo é levar crianças à salvação em Cristo.
O CLUBE DE CINCO DIAS é um ministério planejado para alcançar as crianças da vizinhança. Quando um lar cristão, cheio do amor de Deus, abre suas portas para as crianças com um caloroso convite: “Venha como você está!”, este lar abre, na verdade, o caminho para a salvação da criança e da família, pois acaba vencendo a indiferença e o preconceito que há em tantas famílias, impedindo-as de vir à igreja.
Embora este CLUBE DE CINCO DIAS possa ser realizado em qualquer época do ano, o período das férias tem sido o mais favorável e é excelente quando o clube pode ter a participação de jovens da Igreja, que podem ser treinados para este ministério.
O CLUBE DE CINCO DIAS é dinâmico: os cânticos, as brincadeiras bíblicas, a memorização de versículos, as histórias missionárias emocionantes e as lições bíblicas visualizadas, num programa de uma hora, cada dia, produzem um grande impacto na vida da criança que dele participa.
O ministério do CLUBE DE CINCO DIAS é também uma estratégia preciosa e frutífera para uma igreja que deseja crescer, não só em quantidade (novas famílias vindo à Igreja), como também em qualidade (mais pessoas da própria Igreja envolvidas no serviço e no testemunho, e sendo treinadas para isto).
A APEC coloca à disposição todo o material necessário para a realização destes Clubes: convites para as crianças, lições bíblicas e missionárias, lembretes dos versículos para as crianças, cânticos ilustrados, livreto de orientação para este ministério, folha de chamada para marcar a presença das crianças no CLUBE, etc.
Vamos abrir a porta dos nossos corações. Vamos abrir a porta das nossas casas. Vamos abrir a porta das nossas igrejas. Vamos juntos ABRIR A PORTA ÀS CRIANÇAS.
Em todo o Brasil, milhares destes CLUBES DE CINCO DIAS serão realizados agora, no mês de julho, através dos alunos dos cursos da Aliança Pró Evangelização das Crianças que são ministrados em quase todas as capitais do país.
Ore por estes CLUBES e realize também o seu, na sua própria casa.

O SENHOR É O ENCORAJADOR


No meio do que Deus tanto abomina,
Num ambiente em que tudo é ruína,
São fortes as manobras do inimigo
Pra que nos assustemos com o perigo.

Mas eis que soa a mensagem divina,
Que é pra alma forte medicina:
Coragem! Fique firme! Estou contigo!
Eu sou teu Salvador, o teu amigo.

Não há porque parar ou desistir,
Pois não há nada que possa impedir
De Deus levar a cabo o Seu plano.

Da nossa parte, pois, nos esforcemos,
Com garra e empenho trabalhemos,
Servindo ao Deus Eterno e Soberano.

Gilberto Celeti

“No entanto tenham coragem! Coragem, Zorobabel! Coragem, Josué! Coragem, toda a gente desse país! Trabalhem todos, pois eu, o Senhor Todo-poderoso, estou com vocês” (Ageu 2.4).

domingo, 14 de junho de 2009

DE MODO APODÍTICO = IRREFUTÁVEL


Foi trazido a Jesus um paralítico,

E de modo totalmente apodítico,

Foi percebido o seu poder e divindade,

Dando perdão ao homem, cura e liberdade.


Levantou no fariseu, um hipercrítico,

Que de coração é todo paralítico,

Murmuração, ingratidão e só censura,

Pois só lhe importa o legalismo e não a cura.


O doente levantou-se e foi andando,

Todo povo foi a Deus glorificando,

Nos amigos que o levaram só alegria,

Nunca mais esqueceriam aquele dia.


Cada um de nós faz parte desta história:

Somos multidão que a Deus dá honra e glória,

Ou como fariseu que em Cristo não acredita,

Ou como o coxo preso na nossa desdita.


Ou então somos os que tudo enfrentam,

Mas aos presos no pecado apresentam,

O Salvador, Cristo Jesus, libertador

Agindo sempre motivados pelo amor.


Gilberto Celeti


"Vieram, então, uns homens trazendo em seu leito um paralítico; e procuravam introduzi-lo e pô-lo diante de Jesus" (Lucas 5.18).

sábado, 13 de junho de 2009

O QUE DEUS PEDE DE TI?

O caminho foi mostrado
De viver para o agrado
De Deus, Pai celestial;
No agir que é correto
Que pratica o que é certo,
Que detesta sempre o mal.

Que demonstra compaixão
Para os erros do irmão,
E perdoa-lhe afinal.
Que abre o seu coração,
E que ao carente não diz não,
Dando ajuda que é real.

Quem anda sempre com humildade
Pois já sabe, na verdade,
Que é apenas um canal,
Pra mostrar sempre a bondade,
De Deus e a fidelidade,
Neste mundo anormal.


Gilberto Celeti

“Ele te declarou, ó homem, o que é bom e que é o que o Senhor pede de ti: que pratiques a justiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente com o teu Deus” (Miquéias 6.8).

sexta-feira, 12 de junho de 2009

QUEM GANHA ALMAS É SÁBIO

Há vidas
Pela serpente seduzidas,
Atadas
Pela mentira, enganadas,
São presas
Pelo diabo, com firmeza,
Buscá-las
E do inimigo arrebatá-las,
Soltá-las,
Somente se em Cristo ganhá-las,
Não tendo
As condições, nada podendo,
Buscando
A Deus e nele confiando,
O justo
É árvore que dá bom fruto,
Comprado
Por sangue, foi justificado,
Se alinha
E com o Senhor assim caminha,
Unido
A Cristo e dele revestido,
Proclama
O Evangelho porque ama,
É sábio,
Usa com graça o seu lábio,
Amando
Os pecadores anunciando
Só isto:
Que a salvação está em Cristo!

Gilberto Celeti

“O fruto do justo é árvore de vida, e o que ganha almas sábio é” (Provérbios 11.30).
Na Linguagem de Hoje: “Uma pessoa correta traz bênçãos para a vida dos outros; quem aumenta o número de amigos é sábio”.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

PARTICIPANTES DE CRISTO

Quem de Cristo é companheiro,
Só deseja agradá-lo;
Seus assuntos vêm primeiro,
Não irá decepcioná-lo.

Cada dia ameaçado
Por tão grandes tentações,
Por apelos ao pecado,
Ao orgulho e às ambições;

Guarda firme a confiança
Em Cristo depositada,
Mantendo a vigilância
Não cedendo nunca em nada.

Olha sempre para o início
De como chegou à luz,
E contempla o sacrifício
Do Senhor na dura cruz.

Jesus seu substituto
Toda dívida quitou,
E de modo absoluto
Do pecado libertou.

Pela fé em Jesus Cristo
Feito nova criatura,
Não se esquece nunca disto:
Deus, em Cristo, o segura.

Em si mesmo não há nada
Que sequer o recomende;
Mas com a vida transformada
Da graça de Deus depende.

E assim vai caminhando
Cada dia confiante,
E por isto, se tornando,
De Cristo participante.

Gilberto Celeti

“Por que nos temos tornado participantes de Cristo, se, de fato, guardamos firme até ao fim, a confiança que, desde o princípio, tivemos” (Hebreus 3.14).

quarta-feira, 10 de junho de 2009

CANTAREI CANÇÕES AO SENHOR

O temor de Deus é preciosidade,
Ele é o princípio da sabedoria;
Quem o tem percebe a fidelidade,
Do Senhor suprindo tudo a cada dia.

Renderá ações de graças com humildade,
Cantará canções de grande alegria;
Admirado de Deus e de Sua bondade,
Sua graça cada vez mais aprecia.

A murmuração, a queixa lança fora,
Mesmo ao passar por uma provação;
A intervenção de Deus nunca demora,

Ele dá o escape até na tentação.
Ó Senhor, a Ti, eu vou sempre cantar,
Ao louvar-te o inimigo vai recuar!

Gilberto Celeti

“Rendam graças ao Senhor por sua bondade e por suas maravilhas para com os filhos dos homens”! (Salmo 107.8).

terça-feira, 9 de junho de 2009

SER AMIGO DE DEUS

Vive o homem totalmente alienado
Do Senhor não quer qualquer proximidade,
Ressentido, indiferente, ensimesmado,
Há entre ele e Deus profunda inimizade.

E a mensagem de Deus se resume nisto:
Ele quer fazer do homem seu amigo!
Foi por isto, lá na cruz, que Jesus Cristo,
Carregou do homem a culpa e o castigo.

Quem recebe a Cristo é reconciliado,
E se torna então, de Deus, representante.
Não há nada a este encargo comparado,

Que seja mais importante e relevante,
Que é o de proclamar sempre o sublime apelo:
Creia em Cristo! Venha agora recebê-lo!

Gilberto Celeti

“A nossa mensagem é esta: Deus não leva em conta os pecados dos seres humanos e, por meio de Cristo, ele está fazendo com que eles sejam seus amigos. E Deus nos mandou entregar a mensagem que fala da maneira como ele faz com que eles se tornem seus amigos” (2 Coríntios 5.19)

segunda-feira, 8 de junho de 2009

MENSAGEM DA SEMANA - “Coração e Mãos – Tudo Pelas Crianças!”


“Coração e Mãos – Tudo Pelas Crianças!”

Qual deve ser o tamanho do coração e a agilidade e dedicação das mãos, para alcançar as 50 milhões de crianças do nosso imenso país?

Se continuarmos evangelizando as crianças no ritmo e no modo que temos adotado até agora vamos levar pelo menos 100 anos, isto se a população não aumentar e estas crianças permanecerem vivas, sem crescer, durante todo este próximo século.

Olhe ao seu redor, com toda a sinceridade, e verifique qual o esforço tem sido feito para que as crianças que não tiveram o privilégio de nascer num lar evangélico e que também nunca entraram numa igreja evangélica possam conhecer ao Senhor e Salvador Jesus Cristo. Praticamente nada!

Onde estão os lares cristãos, que abrem suas portas, uma vez por semana, para realizar uma Classe de Boas Novas, uma espécie de Clube Bíblico para as crianças da vizinhança? Qual é o impedimento para este tipo de trabalho?

Onde estão os voluntários, que separam um período na semana para ministrarem a Palavra de Deus às crianças em escolas, em creches, nos hospitais, cujas portas estão sempre abertas e que aguardam com ansiedade alguém que lhes ajude no trabalho com as crianças?

Onde estão as igrejas que investem na realização de Campanhas Evangelísticas e Escolas Bíblicas de Férias, para que todas as crianças do bairro venham para ouvir a mensagem do evangelho?

Onde estão os crentes que saem de suas casas com os bolsos repletos de folhetos para distribuírem às crianças que vão encontrando pelo caminho?

A hora é urgente! Não se pode mais negligenciar a ordem do Senhor Jesus: “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura” (Marcos 16:15). Nossa parte é pregar o evangelho a toda criatura, o que inclui as crianças.

“Irmãos, venho lembrar-vos o evangelho que vos anunciei, o qual recebestes e no qual perseverais; por ele também sois salvos, se retiverdes a palavra tal como vo-la preguei, a menos que tenhais crido em vão. Antes de tudo, vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras” (1 Coríntios 15:1-4).

As 50 milhões de crianças do Brasil precisam conhecer e crer o evangelho!
É necessário que haja em nós o mesmo sentimento e disposição que estava em Jesus quando disse “A minha comida consiste em fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra” (João 4:34). De forma clara, que não deixa dúvidas, o Senhor Jesus também afirmou que “não é da vontade de vosso Pai celeste que pereça um só destes pequeninos” (Mateus 18:14).

Coração e Mãos – Tudo Pelas Crianças.

O tempo é agora. “Não dizeis vós que ainda há quatro meses até à ceifa? Eu, porém, vos digo: Erguei os olhos e vede os campos, pois já branquejam para a ceifa” (João 4:35). Se ficarmos parados, indiferentes, preguiçosos, uma geração inteira se perderá, assim como se perde uma colheita se não há trabalhadores. É hora de trabalhar. É hora de multiplicar os ministérios e alcançar o maior número de crianças para Cristo.

E, o que de mais importante poderemos fazer? Pregar o evangelho! Vamos fazer o trabalho de um evangelista. Evangelista de crianças. Vamos colocar coração e mãos – tudo pelas crianças, para que as 50 milhões de crianças do Brasil sejam ganhas para Cristo Jesus.

Juntos, com paixão e em favor das crianças.



Gilberto Celeti
Superintendente Nacional da APEC no Brasil


P.S:
Você já conhece o Projeto NEEMIAS E AS CRIANÇAS da APEC?
Este Projeto reúne homens e mulheres com paixão pelas crianças como Neemias teve paixão pelo seu povo em Jerusalém que estava desprotegido.
A visão, a oração, a compaixão e a luta de Neemias são fontes de inspiração.
Seja um Neemias. Ajude a APEC a ganhar as 50 milhões de crianças brasileiras.
Você pode ser um Neemias com uma contribuição mínima de R$ 30,00. Pode ser uma contribuição avulsa ou mensal.
Você pode ser um Neemias com as suas orações diárias em favor do ministério da APEC e das crianças
Você pode ser também um multiplicador, passando a visão e conseguindo outros Neemias.
Hoje mesmo, junte-se a nós. A obra é imensa, o desafio é grande, mas é Deus quem realizará maravilhas. Conto com sua participação. Envie-nos um E-mail: desenvolvimento@apec.com.br

NOVA CONSCIÊNCIA

Os segredos todos serão desvendados,
Diante de Deus, o Senhor, Juiz de todos.
Nada há que poderá ser ocultado,
Não há como usar com Deus de algum engodo.

Conhecendo quem é Deus nós o tememos,
Não um medo que assusta e que apavora,
Mas que faz com que o reverenciemos,
E busquemos agradá-lo a cada hora.

E queremos persuadir cada pessoa,
Pra que encontre, enquanto é tempo, a verdade,
Que é somente em Cristo que o Juiz perdoa,

E elimina a terrível iniqüidade.
Ó Senhor, que haja no homem a experiência,
De ter Cristo e com Ele nova consciência!

Gilberto Celeti

“Sabemos o que quer dizer temer o Senhor e por isso procuramos levar as pessoas à verdade. Deus nos conhece completamente, e espero que no seu coração vocês me conheçam também” (2 Coríntios 5.11).

domingo, 7 de junho de 2009

PRONTO A ANUNCIAR O EVANGELHO


As pessoas deste mundo estão perdidas,
Mesmo sendo ignorantes ou instruídas,
Pouco importa o grau de civilização,
O pecado é que domina o coração.

É por isto que precisa ser pregado,
O evangelho que em Jesus está centrado,
Ele é o Filho de Deus, Verbo encarnado,
NEle foi todo pecado colocado.

Sua morte na cruz foi expiatória,
Ressurgiu, venceu a morte, que vitória!
É possível agora ao homem a salvação,
Não importa de que raça ou nação.

Este evangelho tão maravilhoso,
Que traz ao que o conhece tanto gozo,
Tem que ser a todos logo anunciado,
Dele não há como estar envergonhado.

Na verdade o evangelho é o poder
Do Senhor para salvar quem nEle crer;
Sou desta mensagem, ao mundo devedor,
Vou pregá-lo a todos, seja onde for.

Esta salvação por Deus oferecida,
Transforma completamente a nossa vida,
Para ter com Deus consciente compromisso,
De estar completamente ao Seu serviço.

Gilberto Celeti

“Pois é meu dever pregar a todos, tanto aos civilizados como aos não civilizados, tanto aos instruídos como aos sem instrução. É por isso que eu quero anunciar o evangelho também a vocês que moram em Roma” (Romanos 1.14,15).

sábado, 6 de junho de 2009

QUEM É VOCÊ?


E quem sou eu? Eis a questão mais importante.
Esta resposta dá sentido à minha vida.
A consciência de quem sou dá a medida,
Para um agir dignamente ou degradante.

Se eu sou da evolução apenas um produto.
Torno-me eu, para mim mesmo, meu padrão.
Não me atrapalhem, nem venham dizer-me: Não!
Faço o que quero como quero e não discuto.

Se eu sou de Deus criado à imagem e semelhança,
Percebo logo que há o certo e o errado,
E que um dia o meu agir será julgado,
Preciso ter com o Deus Eterno uma aliança.

E vejo triste o meu estado: pecador!
E busco a Deus em sincero arrependimento,
E obtenho em Cristo o mais completo livramento,
Na cruz Jesus mostrou de Deus, o imenso amor.

Gilberto Celeti

“Rapaz, quem é você? (1 Samuel 17.58)

sexta-feira, 5 de junho de 2009

O RUMO DE SUAS VIDAS FOI MUDADO

Estava a nova era inaugurada,
Com a boa notícia anunciada,
Por Jesus Cristo, que assim pregava:
“A hora, meu amigos, é chegada,
O Reino de Deus agora está perto,
E nele vocês podem ter entrada.
Mudem seus pensamentos, se arrependam,
Dos seus pecados todos, se desprendam,
E creiam na notícia alegre e boa”.

Simão e André lançavam suas redes
Com a pesca supriam sua fome e sede.
Jesus os viu, chamou-os: “Vinde e vede,
E vos farei, de homens, pescadores!”
E os dois no mesmo instante decidiram,
Largaram tudo e a Cristo seguiram.
Tiago e João as redes consertavam,
Jesus também os viu, fez o chamado,
Seguiram-no, e o que tinham foi deixado.

O rumo de suas vidas foi mudado,
Com Cristo agora um novo aprendizado,
Pra que no oceano da existência,
Onde o mal tem tanta virulência,
E faz dos homens tristes pecadores,
Pudessem estar com toda segurança,
Anunciando vida e esperança,
Pregando a mensagem do Amor,
Trazendo gente ao Reino do Senhor!

Gilberto Celeti

“Ele (Jesus) dizia: Chegou a hora, e o Reino de Deus está perto. Arrependam-se dos seus pecados e creiam no evangelho. Jesus estava andando pela beira do lago da Galiléia quando viu dos pescadores. Eram Simão, e o seu irmão André, que estavam no lago, pescando com redes. Jesus lhes disse: Venham comigo, que eu ensinarei vocês a pescar gente. Então eles largaram logo as redes e foram com Jesus. Um pouco mais adiante Jesus viu outros dois irmãos. Eram Tiago e João, filhos de Zebedeu, que estavam no barco deles, consertando as redes. Jesus chamou os dois, e eles deixaram Zebedeu, o seu pai, e os empregados no barco e foram com ele”. (Marcos 1.15-20).

quinta-feira, 4 de junho de 2009

ORVALHO NA ALMA

O orvalho é preciosa provisão
Que abafa a poeira e a sequidão,
Traz frescor e refrigério suavemente,
Faz na terra frutificar a semente.

Quando vem o orvalho não há nenhum vento,
E não há nuvens no céu neste momento,
É no fim da tarde ou início da aurora,
Que o orvalho cai e tudo então melhora.

No meu coração tão seco e fatigado,
Neste meu viver febril, tão agitado,
Vem Jesus ser para mim como o orvalho.

Em minha alma, ó Senhor, eu te agasalho,
Só tua graça neste mundo vivifica,
Só contigo minha vida frutifica.

Gilberto Celeti

“Eu serei para Israel como orvalho, ele florescerá como o lírio, e espalhará as suas raízes como o Líbano” (Oséias 14.5).

"Serei como a chuva para Israel, e ele dará flores como os lírios. As suas raizes serão profundas como as das árvores do Líbano" (na Linguagem de Hoje).

quarta-feira, 3 de junho de 2009

GRÃO QUE MORRE

Grão de trigo tão somente,
Se não morre é só semente,
Não tem como dar o fruto.
Mas todo que resoluto,

À sua vida não se apega,
Aos seus interesses nega,
Para a Cristo estar seguindo,
E onde for O estar servindo,

Haverá de ser usado,
Pra Cristo ser exaltado,
Pra que o fruto apareça,

Pra que sempre resplandeça
A Jesus, Verbo encarnado
Pelo Pai glorificado.

Gilberto Celeti

“Chegou a hora de ser revelada a natureza divina do Filho do Homem. Eu afirmo a vocês que isto é verdade: se um grão de trigo não for jogado na terra e não morrer, ele continuará a ser apenas um grão. Mas, se morrer, dará muito trigo. Quem ama a sua vida não terá a vida verdadeira; mas quem não se apega à sua vida, neste mundo, ganhará para sempre a vida verdadeira. Quem quiser me servir siga-me; e, onde eu estiver, ali também estará esse meu servo. E o meu Pai honrará todos os que me servem” (João 12.23-26).

terça-feira, 2 de junho de 2009

O CONFRONTO DA MORTE COM A VIDA

Há duas multidões tão diferentes
Chegando à entrada da cidade,
Uma seguindo a Cristo está entrando,
Outra, atrás da morte sai chorando.

O enterro é do filho da viúva,
Que está completamente desolada,
E está em seu semblante estampada,
A dor que a deixa desesperançada.

As duas multidões se encontrarão,
De um lado vem a vida, do outro a morte;
Como é que as duas se encararão?
Das duas, quem será que é mais forte?

Jesus vê a mulher com compaixão,
Não fica indiferente ao sofrimento.
Não chore! É o que lhe diz; e sua mão
No esquife toca sem constrangimento.

E dá uma ordem clara e segura:
Ó jovem erga-te deste caixão!
Vencida foi ali a morte dura,
Foi o milagre da ressurreição.

A mãe teve o filho restituído,
As multidões ficaram temerosas,
E com o coração embevecido
Louvavam a Deus por obra tão gloriosa.

Oh! Quantas mães por seus filhos chorando.
Oh! Quantos lares desestruturados.
Que Cristo, com nossos olhos olhando,
Faça com que sejamos bem usados,

Pra demonstrar amor e compaixão,
E para transmitir palavras vivas,
Trazendo a muitos a restauração,
E que por nós, Senhor, a tantos sirvas.

Que seja, pois de todos conhecido
O Grande, Santo e Justo Salvador,
Que por seu sangue lá na cruz vertido,
Liberta da morte o pecador.

Oh! Faz de nós aroma para a vida,
E multidões se unam no louvor.
Pois foi por Cristo a morte já vencida.
Em Cristo, prova Deus, Seu grande amor!


Gilberto Celeti

Veja esta história registrada em Lucas 7.11-17 - Jesus ressuscita o filho de uma viúva:

Pouco tempo depois foi Jesus para uma cidade chamada Naim.
Os seus discípulos e uma grande multidão foram com ele.
Quando ele estava chegando perto do portão da cidade, ia saindo um enterro.
O defunto era filho único de uma viúva, e muita gente da cidade ia com ela.
Quando o Senhor a viu, ficou com muita pena dela e disse: Não chore.
Então ele chegou mais perto e tocou no caixão.
E os que o estavam carregando pararam.
Então Jesus disse:
Moço, eu ordeno a você: levanta-se!
O moço sentou-se no caixão e começou a falar, e Jesus o entregou à mãe.
Todos ficaram com muito medo e louvavam a Deus, dizendo:
Que grande profeta apareceu entre nós! Deus veio salvar o seu povo!
Essas notícias a respeito de Jesus se espalharam por todo o país e pelas regiões vizinhas.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

ENTREGA DAS PREOCUPAÇÕES


Premido por tantas preocupações,
E as carregava como grande fardo,
Não suportava mais, de tão pesado,
Aflito estava com as inquietações.

Mas Deus, o eterno Deus, Deus soberano,
Pediu-me que os cuidados eu lançasse
Sobre Ele e que somente eu confiasse
No Seu cuidado e amor e no Seu plano.

Já tenho a paz com Deus, a salvação,
Por ter em Sua palavra confiado.
Da mesma forma fico descansado

E a paz de Deus inunda o coração.
Pois creio em Sua palavra e a obedeço,
Deixo meu fardo com Ele e O agradeço.

Gilberto Celeti

“Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós” (1 Pedro 5.7).