terça-feira, 16 de junho de 2009

EFATÁ


Levaram um homem surdo mudo a Jesus Cristo
Pedindo ao Mestre que fizesse apenas isto:
Curasse o homem colocando nele a mão.
Jesus o tira do meio da multidão,

E trata com ele de modo particular,
Não quer nada fazer de espetacular,
Na língua do homem toca com sua saliva,
E com poder e graça esta língua ativa.

E num suspiro tão profundo, comovido,
Uma palavra, disse claro, ao seu ouvido,
Foi: Efatá, que quer dizer: Abra-se agora,
E o surdo ouviu Jesus ali, naquela hora.

E começou falar sem ter dificuldade
A sua língua estava assim em liberdade.
Os que estavam ali muito se admiraram
Pois algo assim jamais, nunca presenciaram.

Venha Senhor dizer-me agora: Efatá!
Pra que eu possa a tua voz bem escutar.
Escuto bem, mas pra tua voz sou como surdo.
E quando é pra falar de ti eu fico mudo.

Que seja a minha língua apenas um canal
Pra mostrar a verdade, o bem, e nunca o mal.
Que pelo teu Espírito eu seja ungido,
No coração, na língua e no meu ouvido.

Gilberto Celeti

“E logo se abriram os seus ouvidos, e a prisão da língua se desfez, e falava perfeitamente” (Marcos 7.35).

3 comentários:

disse...

Paz pastor! Sou sua amiga do orkut! Amei seu blog. Eu também tenho um: http://ideiasearte.blogspot.com
Me faça uma visitinha!
Se puder coloque meu link no seu blog,e, eu também colocarei o seu no meu!
Um abraço!
Pastora Regina Digilio Pagliarini

TIA MONICA disse...

Pastor Gilberto, parabens, que Deus continue te usando sempre assim, essa poesia "efatá", o senhor nos falou lá no curso em itaquera,onde o senhor está nos ensinando "a doutrina da Redenção".Parabéns pela linha poesia, que ao mesmo tempo nos faz refletir... OBS: as suas aulas sao fantasticas, fico admirada com a intimidade que o senhor tem com a palavra de Deus!!! e com a clareza na qual o senhor nos passa... Fique com Deus!!!!
ass: MONICA.

Anônimo disse...

Que benção pastor! Sou nova convertida e já encontrei esta pérola. Que o Senhor Deus, despeje em abundância, maravilhosas semelhanças dessas em meu caminho.